segunda-feira, 26 de julho de 2010

Será que sou eu mesmo?

Eu conheço um texto, que gosto muito de ler ele, não sei se é por causa de minha amiga (está no perfil dela), mas simpatizei com ele porque eu realmente vejo ela quando o leio. Aí senti falta de um pra mim também rsrs. Foi mais por vergonha mesmo que eu escrevi, porque eu achava que foi ela que inventou o texto ¬¬ depois que terminei o meu, eu decidi procurar no google se ele já existia, e de fato, ela o copiou, MAS SE ENCAIXA MUITO BEM NELA! D: Eu precisava de um também! Aí escrevi essa birosca aqui:


Se interessar-se por mim, aproxime-se sem medo. Tem 50% de chances de conseguir.
Sou o tipo de cara que não procura as pessoas. Eu espero que a vida simplesmente me apresente as pessoas certas.
Sou aquele que não se adapta aos padrões que o mundo impõe.
Mais teimoso do que eu... não conheço ninguém. Se eu digo que tenho certeza, pode saber que sou eu quem está certo.
Não sou tão sério quanto pareço, nem anti-social, apenas escolho muito bem as pessoas pelas quais eu darei uma parte de meu coração, mas nem sempre tenho retribuição.
Aquele que no fundo no fundo, é habitado por um garotinho, chorão, e que nunca está satisfeito com o pouco que aprende na vida.
Que vê que em uma xícara de chá, não tem apenas chá, mas também algumas ML pra pensar na vida. E quantos pensamentos... traço uma verdadeira árvore de acontecimentos , onde cada um de seus ramos simboliza um caminho a tomar. Com certezas e incertezas, levando até em consideração, que pontos negativos não são tão negativos, e sim uma forma de aprender o que pode acontecer se eu tomar tal caminho. Sou escravo da curiosidade.
Aquele que você nunca verá em um relacionamento sério, se eu não estiver disposto a dar a minha vida por tal pessoa.
"Eu te amo", não é " Bom dia ".
Um simples "oi" pode significar muita coisa. Não confio em você até que me prove que merece minha confiança. E saiba que se consegui-la, pode contar comigo pra sempre.
Excessivamente sincero. Tome cuidado como que vai me perguntar
Aquele que quer ser reconhecido pelo o que faz.
Que reconhece o valor de um verdadeiro abraço, e que enxerga a beleza através de um olhar.
E que está aprendendo aos poucos como é viver intensamente, aproveitando cada dia como se fosse o ultimo pra vivenciar.


Obrigado pela paciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário