domingo, 31 de outubro de 2010

Domingão… Eleição… Sinucão…

Putz, essa semana passou voando. Parece que antes de ontem foi segunda Oo

Os dias tem sido bem produtivos. Não mudou muito, mas estou conseguindo me ocupar o tempo todo.

Já consegui engordar quase 3Kg  com a academia !  Lá no cursinho está tudo muito bom. As pessoas se entrosando mais e principalmente disputando partidas concorridíssimas de pebolin no intervalo. kkkkkkkkkkk, o pessoal tá viciado e eu também já estou ficando craque. Principalmente porque tem o “Miudo” (apelido do cara) que é um aluno com seus 120kg e 1,95 de altura, que joga MUITO! As disputas são tão cavalas que já tem gambiarra em 3 pernas da mesa pra ela não cair.

Meus pais já acharam um lugar pra morar lá em Jundiaí. Minha mãe e minha irmã vão se mudar logo que acabar as aulas delas, mas eu vou ter que esperar as do cursinho acabar que será só dia 20 de dezembro, justamente no dia que a UNICAMP anunciar que eu passei na 1ª etapa do vestibular deles! \o/

Eu ia dizer que vou colocar as fotos de Jundiaí aqui, mas ainda nem coloquei as da minha cidade que eu havia dito que ia colocar também. D:  Mas sempre tiro uma foto ou outra.

Domingão, dia das bruxas, vitória da Dilma… Será que só eu percebi alguma semelhança nesse fato?

Por falar na Dilma, acho que ela deve ser um E.T. Sabe essas teorias de que se diz que existem extra terrestres entre nós disfarçados? Então… e além disso, acredito que eles são algumas dessas pessoas que conseguem algum sucesso repentino facilmente. Algo como poderes persuasivos. Enfim… acho que vai dar merda esse mandato. E tomara que dê uma dor de barriga DAQUELAS nela no dia da posse.

Ainda não me acostumei direito com essa coisa de morar perto dos parentes. Vivi 10 anos longe deles, e acabei desaprendendo a pensar em envolvê-los em meus planos. Esqueço que moro perto deles. Esses dias eu estava esperando um primo entrar no msn pra falar com ele, quando podia muito bem ter ligado.

Hoje fomos pra chácara da tia, e a cada vez que vou pra lá eu melhoro na sinuca XD primos ensinando e tal. Mas ficam indignados por eu já ter sacado umas coisas e conseguir ser melhor que eles às vezes. Eles me ensinaram e eu ganho deles. Mas é tudo questão de geometria e um pouco de física aplicada, é bem fácil ^^

Estou com muitas saudades de muitas coisas e algumas pessoas :(  Não é atoa que procuro me distrair o máximo possível. Aquela saudade que aperta o coração.

 

Bom, por enquanto é só isso. Tenho que levar meu cachorro pra passear agora (23:50) pra não perder o costume XD

Ósculos & Amplexos

sábado, 30 de outubro de 2010

Eu juro que estávamos “drogados” de sono…

Foi uma conversa de msn de madrugada com uma amiga e que rendeu MUITA merda. Portanto, se prepare psicologicamente.

Já começa assim ....

(00:48) Paulo Henrique ∞: vou contar pra sua mãe

(00:49) '-: mamãe já sabe de tudo

(00:49) Paulo Henrique ∞: mas "eu sei o que vcs fizeram no verão passado" e ela não

(00:50) '-: e o que eu fiz verão passado? Ö não fui eu, juro! eu tenho uma sósia que se passa por mim

(00:51) Paulo Henrique ∞: ahh tá explicado então

(00:52) '-: pra tudo se tem uma explicação e você não me conhecia no verão passado

(00:52) Paulo Henrique ∞: nossa, sua sósia estava chorando muito sentada num píer, e mandando ver num pote de sorvete

(00:52) '-: é... definitivamente não era eu. Sorvete engorda

(00:53) '-: HDUASHUDSHAUDHASUDHASUDHSUAHDUADHUASDHASUDHAS

(00:53) Paulo Henrique ∞: hsaushaushasu

cê num sabe! esse píer era no lago ness

(00:53) Paulo Henrique ∞: e o monstro do lago saiu de lá, bateu com o rabo nela. Aí o pote dela caiu na areia

(00:54) '-: Ö

(00:54) Paulo Henrique ∞: e mesmo assim ela queria terminar o sorvete, mas o mostro pegou e lambeu tudo !

(00:54) '-: OMD, que malvado ¬¬

(00:54) '-: e você não fez nada?

(00:54) Paulo Henrique ∞: tá por fora

(00:54) '-: só observou?

(00:54) Paulo Henrique ∞: eu gritei: Rex!

(00:54) Paulo Henrique ∞: aí ele botou o rabinho entre as patas e regurgitou o sorvete

(00:55) Paulo Henrique ∞: sendo que não foi tudo. Aí eu olhei sério pra ele e ele devolveu a colher tb. E mergulhou de volta

(00:56) Paulo Henrique ∞: fazendo bolhinhas na água que escreviam "Desculpe"

(00:56) '-: aaaaaaaaaaaaaah foii um desperdicio de sorvete, deixasse o coitado comer

deve ter ficado tristinho "/ . Minha sósia ia entender. malvado u.u

(00:56) Paulo Henrique ∞: de boas... ele supera

(00:57) '-: darei um pote de sorvete pra ele HDUASHDUASHDUAS

(00:57) Paulo Henrique ∞: hsuahsaushaush

(00:57) Paulo Henrique ∞: ele adora pq o dono dele anterior a mim, era o pé grande, que roubava sorvete pra ele

(00:57) '-: e como você encontrou ele?

(00:58) Paulo Henrique ∞: foi um belo dia, me lembro com se fosse hoje. Eu estava no píer jogando pedrinhas

(00:58) Paulo Henrique ∞: então depois que eu joguei uma e voltei a procurar outra, a pedrinha voltou pra mim. Aí eu estranhei

(00:59) '-: Ö

(00:59) Paulo Henrique ∞: e joguei ela de volta e fiquei esperando. Aí qnd eu vi, ele saiu bem rápido deu uma patada e mergulhou de novo.

(00:59) Paulo Henrique ∞: beleza né, peguei uma câmera e joguei de volta. Quando ele apareceu... Eu tirei a foto!

(00:59) '-: Ö

(00:59) Paulo Henrique ∞: ele ficou muito puto, pq eu tirei sem ele fazer pose

(01:00) '-: e o que mais aconteceu?

(01:00) Paulo Henrique ∞: e ele queria ver como tinha ficado, e eu não deixei

(01:00) Paulo Henrique ∞: aí ele fez aquele negócio com os dedinho pra cortar a amizade

(01:01) '-: belem belem?

(01:01) Paulo Henrique ∞: acho que é , e eu não queria

(01:01) '-: então foi feio a situação

(01:01) Paulo Henrique ∞: aí eu mostrei a foto pra ele e apaguei na frente dele. Depois desse dia, ficamos bem amigos

(01:02) '-: owwwwn, que meigo. E você não leva sorvete prele?

(01:02) Paulo Henrique ∞: não

(01:02) '-: ÖÖÖÖ

(01:02) Paulo Henrique ∞: pq ele teve que fazer aquela cirurgia no coração

(01:02) '-: TADINHO!

(01:03) Paulo Henrique ∞: ponte de safena. pq estava com a veia entupida

(01:03) '-: owwwwwwn, mesmo assim, você é malvado

(01:03) Paulo Henrique ∞: é pelo bem dele

(01:03) '-: mas nem um potinho?

(01:04) Paulo Henrique ∞: só picolé de côco

(01:04) '-: aaaaaah ai ja ajuda

(01:04) Paulo Henrique ∞: é... mas ele pensa que me engana. Eu já achei onde ele cospe tudo

(01:05) Paulo Henrique ∞: achei o cantinho cheio de embalagens fechadas ainda. Ele finge que engole, mas não. Nessas eu achei 3 palitos premiados da kibon

(01:06) '-: uau e qual era o premio? *-*

(01:06) Paulo Henrique ∞: um deles era outro picolé, o outro era uma câmera digital a prova d'água e o outro era uma casa no triangulo das bermudas

(01:07) '-: aaaaaaaaah me dá o picolé? *-* GHDYASHDUSDAS

(01:08) Paulo Henrique ∞: SHAUShAUSHa, dou

(01:09) Paulo Henrique ∞: me passa o número da sua conta do banco do picolé que eu deposito

(01:09) '-: paaaaaaasso

(01:10) '-: 22 : dois patinhos na lagoa :B

(01:10) Paulo Henrique ∞: que legal! eu queria esse numero. Por isso que me disseram que já tinha

(01:11) '-: pois é. meu numero *-*

(01:11) Paulo Henrique ∞: mas sou eu quem faz aniversário nesse dia . Meu número

(01:12) '-: droga ¬¬

(01:12) '-: mas eu escolhi primeiro humpf, por que o papai noel já usa o numero 35 :/

(01:12) Paulo Henrique ∞: putz, ouvi dizer que ele tá de cama

(01:13) '-: não brinca? Ö que afilhada desnaturada que eu sou

não tava sabendo disso

(01:13) Paulo Henrique ∞: ele lá todo sossegado, de vermelho e roliço, confundiram ele com a Dilma. Acertaram algo muito do mal nele

(01:14) '-: TADINHO Ö

(01:15) '-: como cometeram esse equivoco?

(01:15) '-: não notarão que a barba e a pança da Dilma são um pouquinho maiores?

(01:15) Paulo Henrique ∞: hsauhsaushaush, pois é.

(01:16) Paulo Henrique ∞: dizem que foram os ursos de Gibraltar

(01:16) Paulo Henrique ∞: sempre com seus problemas de visão e ataques repentinos

(01:16) '-: preciso montar uma campanha pra comprar óculos ou lentes para esses ursos, eles sempre com seus equivocos que acabam em desastres

(01:17) '-: como vai ficar o natal esse ano?

(01:17) Paulo Henrique ∞: os duendes estão montando um papai noel robô, mas eles estão empolgados demais com a idéia

(01:18) Paulo Henrique ∞: vão colocar PSI pra tocar no trenó de vez a velha musica natalina dos sininhos. Vai ter jogo de luzes dentro e painel personalizado

(01:18) '-: isso é um absurdo Ö se já não bastasse substituir os homens por maquinas, agora querem fazer o mesmo com o papai noel? ¬¬ acho que você devia se candidatar a vaga u.u ai você deixava barba e cabelo crescer

(01:19) '-: descoloria e colocava uma pancinha falsa e pronto

(01:19) Paulo Henrique ∞: mas aí ia tocar paramore no trenó e o luppy ia aprender a voar com as renas e ia fugir de casa voando

(01:20) '-: HUDHSUHDAUHDUAS era só você por uma travinha nele tipo aquelas pra não roubarem bicicleta

(01:21) Paulo Henrique ∞: KKKKKKKKKKKKKKK verdade, não tinha pensado nisso, mas não vou me candidatar . Fato. Mané guiar trenó !

(01:21) '-: aaaaaaah que decepção

(01:21) Paulo Henrique ∞: vai vc

(01:22) '-: eu sou mulher dã u.u Ou ta falando que eu tenho cara de homem? ò-ó

(01:22) Paulo Henrique ∞: ponha um disrfarce

(01:22) '-: e eu não trabalho no meu aniversário, seria decadência

(01:22) Paulo Henrique ∞: ¬¬ que dilema

(01:23) '-: eu não quero ganhar meu presente de um robô. Tanto o de Natal quanto o de aniversário. Imagine se tão fazendo isso com o papai Noel , daqui a pouco os coelhinhos da páscoa vão ser substituídos por cangurus da páscoa ¬¬

(01:24) Paulo Henrique ∞: nem me fale... imagine aquelas bestas pulando pela casa escondendo os ovos

(01:25) '-: nem iam caber pra inicio de conversa e imagine a quantidade de nocautes que não ia se ter

(01:26) Paulo Henrique ∞: kkkkkkkkkk, tipo, criança mal criada não ganha ovinho.... PÁÁ! na cara

(01:26) '-: HDUASHUDHSAUDHSAUDHASUDHASUHDUSHDASUDHAS com direito a luva de boxe

\o/

(01:26) Paulo Henrique ∞: \o/

(01:26) '-: hey

(01:26) Paulo Henrique ∞: hoy

(01:26) '-: riscar a parede é ser uma criança má?

(01:27) Paulo Henrique ∞: é ¬¬ muito má

(01:27) '-: droga .-.

(01:27) '-: eu seria espancada então . Nããão! eu quero o papai noel de verdade e coelinhos da pascoa

(01:28) Paulo Henrique ∞: seria enviada para o presídio para crianças especiais com toques de vandalismo de segurança máxima

(01:28) '-: aaaaaaaaaaaaaaaaaaaah você deixaria isso acontecer? D:

(01:29) Paulo Henrique ∞: eu poderia ir tentar te ajudar, mas eu iria junto como cúmplice

(01:29) '-: nãão

(01:29) Paulo Henrique ∞: eu risquei "bazinga" aqui em casa

(01:29) '-: ai a gente ia pro pais das maravilhas se refugiar lá. Por que la teria um coelho de verdade *-*

(01:29) Paulo Henrique ∞: ééé mesmo! minha casa no triangulo das bermudas, o campo magnético permite uma universo paralelo!

(01:29) '-: eu risquei uma sequencia de números que serão as datas dos próximos desastre da Terra coisinha basica sabe?

(01:30) Paulo Henrique ∞: nossa, bem básico. O luppy escreve essas coisas direto

(01:30) '-: aaaaaaaaaaaaaaah

(01:31) '-: ou o Luppy é um ser de outro planeta ou você me comparou a um cachorro o que não é legal u.u

(01:31) Paulo Henrique ∞: tá bom, só entre nós... o lupy caiu do céu igual um meteoro

(01:32) '-: aaaaaaaaaah MEUDEUS

(01:32) Paulo Henrique ∞: ele saiu de uma capsula fazendo coreografias de jiu-jítsu

(01:32) '-: aaah que básico !será que também sou uma alienígena por fazer tais atos? eu sei jiu-jítsu, judô, karate, capoeira e mais umas lutinhas bobas que nem compensa falar o nome de tão bobinhas que são

(01:33) Paulo Henrique ∞: bom, se vc fosse alienígena tb, certamente vc teria escutado os pensamentos dele

(01:34) '-: bem que as vezes eu ouvia uma opinião intrusa em nossa conversa mas não acho que eu seja . Senão eu seria muito evoluída para vir como humana

(01:35) Paulo Henrique ∞: Oo mas se te mandaram com o disfarce de humano? lá em crypton eles são como nós humanos

(01:35) '-: eu me lembraria né, dã? u.u

(01:36) '-: é impossivel você cair do espaço

(01:36) Paulo Henrique ∞: o super-homem não lembra

(01:36) '-: mas ele tem super poderes. humpf... eu não

(01:36) Paulo Henrique ∞: talvez vc só não tenha descoberto como se usa eles

(01:37) '-: posso testar em você?

(01:37) Paulo Henrique ∞: pode

(01:38) '-: está sentindo alguma formigação? sua mente mudando de opinião?

(01:38) Paulo Henrique ∞: COMO VC SABE?

(01:38) '-: OH MEU DEUS EU SOU UMA ET

(01:38) Paulo Henrique ∞: MY GOD

(01:38) '-: HDASUHDUASHDUSHDSUAHDSUAHDUASDHSUDHASUHUDSHAUDHSAUDHSAUDHSAUDHASUDHUSA

(01:39) Paulo Henrique ∞: e se o USA estiver lendo isso? rastreando essa conversa!?

SHAUSHAUSHAUSHAUSHUASHAUHSuaSHaUShaUsh é uma cilada!

(01:39) '-: corre bino! é uma cilada! HDFUAHDUASHDSUHDSUHDASUHDASUDHASUDHSAU

(01:39) '-: vai que VOCÊ é um espião da NASA? ò-ó

(01:39) Paulo Henrique ∞: isso eu não sou

(01:39) '-: e trabalha no distrito 9. Se você fosse, você diria que não era ò-ó

(01:40) Paulo Henrique ∞: se não eu já teria entregue o luppy e o rex

(01:40) Paulo Henrique ∞: estão oferecendo uma bolada pra quem achar eles

(01:40) '-: mas então... a sua turma esta oferecendo, você não seria tonto e entregar a eles sendo que você poderia ganhar todo o dinheiro fazendo pesquisas particulares em cima deles

(01:41) Paulo Henrique ∞: eu pago pra vc ficar quieta ok?

(01:41) '-: OMD! eu quero dinheiro e você não me entrega .Senão te mato mentalmente ò-ó

(01:42) Paulo Henrique ∞: O.O ok ok muita calma nessa hora

(01:42) '-: não esta sentindo um zumbido em sua cabeça nesse exato momento?

ò-ó

CENSURADO

(01:44) '-: isso foi tosco. Eu não creio que li isso

(01:44) Paulo Henrique ∞: ok, deixe isso. Passou

(01:45) '-: NDUSHDUASHDSUHDUSAHDUSHDUSHADUHDUA

(01:47) Paulo Henrique ∞: enfim... não vou entregar vc. Prometo

(01:47) '-: e eu não contarei a ninguém seu segredo u.u

(01:48) Paulo Henrique ∞: acredito até, que esse meu erro infame veio do mal funcionamento de meu cérebro ao vc interferir mentalmente com suas habilidades

(01:48) '-: pode ser pode ser u.u

(01:48) Paulo Henrique ∞: vamos fazer o seguinte... a Dilma tem câncer. Vc pode acelerar o processo ? Muahaha

(01:49) '-: não u.u por mais feio que a pessoa seja, eu não posso atrapalhar o processo de aceitação de personalidade ela vai ter que aceitar ser uma pessoa extremamente feia e conviver com o câncer ao qual não posso interferir. Amém!

(01:50) Paulo Henrique ∞: acredito que essa seja a filosofia de seu planeta

(01:51) '-: essa é a filosofia de uma pessoa boa u.u

(01:52) Paulo Henrique ∞: ahhh, como eu estava dizendo... a minha casa no triangulo das bermudas possui um campo magnético que cria um universo paralelo, que pode haver outro papai noel novinho em folha e coelhos da páscoa do bem

(01:52) Paulo Henrique ∞: podemos nos refugiar lá

(01:52) '-: êêêêêh *----------------* sim sim sim

(01:53) '-: ai lá não terá Dilma HDUASHDUASHDUASHDASU

(01:53) Paulo Henrique ∞: \o/ SHAUSHAUSHAUSHAS

(01:53) '-: ai lá vai ter lugar no Pub e no Bar SP u.u HDUHAUDSAHDUASHUDAHSDAS

(01:54) Paulo Henrique ∞: e se a gente der sorte, lá já está a alguns anos a frente, e se estiver no passado talvez ela ainda seja criança, e poderemos interceptar a trajetória dela

(01:55) '-: ah não não quero passar pela ditadura militar prefiro que ela não exista :B

(01:56) Paulo Henrique ∞: é, prefiro ficar no PUB com lugar de sobra o dia inteiro tomando suco de uva

(01:56) '-: e depois ir pro Bar SP comer batatas fritas com cheddar *-------------*

(01:56) Paulo Henrique ∞: yeahh \,,/ e no mabela ter um botãozinho pra cada um!

(01:57) '-: HUDSHAUDSHADUASHUDHASUDHSAUDHASUDHASUDHASUDHASUDHA SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM *----------------* e sorvete de graça *-*

(01:58) Paulo Henrique ∞: e sem o viadinho da sala da Caroline \o/

(01:58) '-: HUDHUSHDUSAHDUASHDUASDHASUDHAS e sem Yasmin nem a travecão u.u

(01:59) Paulo Henrique ∞: e sem opção para anônimo no forms !

PAUSA P/MERDAS

CONTINUANDO...

(02:09) '-: vivo tropicando e escorregando e caindo (que nem ontem no banheiro)

(02:10) Paulo Henrique ∞: ahtá, eu vi vc caindo no banheiro mesmo

(02:10) '-: eu tenho medo de você, juro

HDSAUDHASUDHSUDHSUADHASUDHASUDHUAS

-----------------------------------------------------------//--------------------------------------------------------------

E..... mais nada pior que isso.

Obrigado pela paciência e não deixe de falar comigo. Foi o sono, juro.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Vida de … solteiro?

Esses dias meu primo terminou o namoro dele que tinha mais de 1 ano e meio. Ele já foi um dos caras mais galinhas da cidade e está querendo voltar aos velhos tempos dele, e querendo me levar para as aventuras dele. Certa vez, em um momento empolgado, ele me diz: “– Vida de solteiro é muito boa né cara!? ”. Aquilo ecoou em minha cabeça, e me fez refletir. EU NEM SEI QUE VIDA É ESSA. Não no sentido a que muitas pessoas atribuem. Acho que sou meio estranho para muita gente. Enquanto não estou em um relacionamento, eu me deparo com mulheres me paquerando ou até mesmo dando em cima (muito ousadas). E eu tenho as seguintes reações;  ser simpático correspondendo com um olhar ou sorriso, ou fingir que não estou vendo. Tenho amigos que ficam bravos comigo por ser assim, dizem que eu deveria aproveitar e coisa e tal, e isso eu acho que seria a tal “vida de solteiro” que tanto falam. É claro que existem mulheres que me chamam a atenção, são lindas, inteligentes, mas eu não faço o menor esforço para conseguir algo com elas. Me acho muito tranquilo quanto a relacionamento. Deixo as coisas acontecerem mesmo, não gosto de forçar nada.

Me lembro da primeira menina que eu beijei. Ela praticamente me sufocava para aquele beijo acontecer. Então eu aceitei, ela queria um “namoro” (e eu queria uma coisa séria), aceitei também o “namoro/rolo”, mas eu sentia que aquilo ali não ia pra frente desde o primeiro dia. E justamente no dia dos namorados, em uma cartinha, eu disse pra ela se conscientizar de que não seria minha ultima namorada. Haha, minha sinceridade é extrema. É claro que ela reclamou daquilo, e depois a coisa só foi desandando.

Eis um trecho de um poema que eu já citei aqui no blog, e acredito fielmente nele:

“O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!” (Mário Quintana)

E realmente já tive a prova de que é verdade o que esse trecho diz . Foi a melhor coisa que já aconteceu em minha vida até hoje. Aí sim eu digo que estava “livre”. A felicidade transbordava, e eu não precisava mais retribuir os olhares de outras mulheres, nem mensagens de segundas intenções. Simplesmente eu já havia encontrado quem eu queria e não tinha culpa de não dar bola para outras mulheres. Dava vontade de dizer: “- Ei, desculpe mas já tenho alguém. E sabe o que mais? A gente se gosta de verdade! ”. 

Então porque nhacas gostar da “vida de solteiro” ?!

A melhor coisa, é deixar as coisas acontecerem mesmo. Tudo no tempo certo do jeito que o destino planejou.

 

Obrigado

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Eu só queria...

... Dizer a ela como a admiro. Quando estiver desanimada, poder dar um abraço forte. Brincar com seu cabelo. Apenas conversar. Dar-lhe flores. Segurar sua mão e levemente beijá-la. Dizer-lhe que está linda.

Fazer coisas que a faça sorrir. Fazer-lhe adormecer em meus braços. Ouvir seus segredos. Deixar-lhe recadinhos inesperados, dizer o quanto significa pra mim. Escrever-lhe um poema.

Sentir seu perfume.Carregar seus livros. Ajudar a tornar seus sonhos em realidade. Ouvir suas músicas favoritas ao seu lado. Quando estivesse triste, ficar com ela no telefone mesmo que ela não esteja dizendo nada. Comprar-lhe um sorvete. Olhar em seus olhos. Deixar tirar de mim quantas fotos quisesse. Ser seu melhor amigo

de maos dadas

terça-feira, 19 de outubro de 2010

All my loving ♫

“…I'll pretend that I'm kissing
The lips I am missing
And hope that my dreams will come true…”

(The Beatles)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Estou aqui

Estou aqui, eu, 02:10h da madrugada horário de verão. De início eu estava colocando umas coisas no blog igual um matuto com as ferramentinhas novas. Entrei em uns posts e fui classificando eles (Agora tem marcadores do lado esquerdo \o/), mas cansei e também desisti, só  quero mecher com os novos agora.

Não entendo o poder que o computador tem de anular meu sono, só sei que funciona muito bem comigo (às vezes). Hoje eu estava cansado e tinha em mente dormir antes de meia-noite, e aqui estou eu.

Como foi seu feriadão? a famosa semana do saco cheio. Foi bom? se divertiu? Que bom, porque o meu foi uma bo… meleca. Começou bem sabe… na segunda-feira sai de minha cidade com a família, pegamos a estrada (coisa que não fazíamos a muito tempo), pagamos muitos pedágios, e finalmente chegamos numa cidade aqui perto um pouco maior que as capitais que eu morei, e fomos para o shopping que eu visitei da ultima vez em 1997, rsrs. O shopping me decepcionou com seu tamanho. Fizemos umas compras, descobri que o subway de 30cm com recheio em dobro não me satisfaz mais, e fomos para a casa de uns amigos. Aí nos dias seguintes eu fiz mais nada. Eu queria estudar e tal, mas minha cabeça está metida à “sabichona”, e me dizia: – Deixe dessa cara, a gente já sabe disso, e a aula foi ótima, eu te mostro perfeitamente como foi… (me lembrando da aula). Eu: - Verdade querido cérebro, eu aprendi isso já :D

O que fazer? bom… eu li, fiquei no pc, assisti filme, seriados… EPA! Tá bom que eu já sei aquilo, então vou estudar coisas que os professores ainda não ensinaram. Foi bem proveitoso ^^

Fora que eu parei de me distrair por 1 semana, e TODOS aqueles pensamentos e memórias inquietantes vieram atona. Foi sufocante, doloroso, e neste exato momento sinto muitas saudades.

Agora me deu sono de verdade.

Ósculos e Amplexos

Mude

mude
"Mude.
Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas,
calmamente,
observando com atenção os lugares por onde você
passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço
alguns dias.
Tire uma tarde inteira pra passear livremente na
praia, ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma do outro lado da cama...
depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV, compre outros
jornais... leia outros livros.
Viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde. Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores, novas delícias.
Tente o novo todo dia,
o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo
jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida, compre pão em outra
padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado... outra marca de sabonete,
outro creme dental...
tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas,
troque de carro, compre novos óculos, escrevas outras
poesias.
Jogue fora os velhos relógios,
quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros
teatros, visite novos museus.
Mude.
Lembre-se que a vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um novo emprego,
uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais
prazeroso,
mais digno, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.
Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa,
se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já conhecidas.
Mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o
dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda!"

Edson Marques

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Ainda posso sentir

 

Imagine-se abraçando alguem muito querido pra você, e que você não sabe ao certo quando vai poder abraçá-lo denovo. Mas no meio desse abraço tem alguma coisa muito forte querendo separar, você usa toda a força possível, mas essa coisa é mais forte e consegue separar vocês. Foi assim que eu me senti.

Abraço-de-amigo

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Meu lado “bad boy”

Vou comentar algumas coisas que fiz nos bons tempos.

- Quando eu era pequeno (pré 1 ao pré 3 – antes da primeira série), na hora do recreio eu entrava no castelinho, tirava quem estava lá, e ficava da parte de cima jogando areia bem aos pouquinhos nas crianças que passavam em baixo.

- Eu pedia um tiquinho de massinha pra todos os colegas só pra adicionar na minha massinha e ela ficar maior que a de todo mundo.

- Nas brincadeiras de queimada, eu me aproveitava de ser rapido, e ficava na frente das crianças lerdas para mirarem em mim e acertarem os lerdos que ficavam atrás.

- Já na 2ª série, me lembro da minha primeira vez que passei cola errada. Escrevi algo errado pra mostrar pro “zoiudo” do lado e acredite se quiser, eu lembro que era algo sobre o que os bandeirantes queriam nas nossas terras, e eu escrevi “peixe” pro menino colar errado. hehe

- Ainda na 2ª série, me lembro muito bem de um gorducho metido pra caramba que veio de Eldorado e já sabia a tabuada antes da professora ensinar. Ele respondia as coisas todo afobado só pra ser o primeiro a responder. Um dia vi que ele olhava a tabuada (toda bonitinha, com letra bonitinha e cheia de mimimi) no verso da capa do caderno dele. Esperei a hora do recreio, fui lá e mudei um monte de valor.

- Convenci um monte de meninos, que a menina bonitinha da sala era bruxa e que não deviam olhar diretamente nos olhos dela.

- Já na 3ª série, eu desenhava muito bem a Andróide 18 do Dragon Ball Z, e desenhava ela pelada (só os peitos) para os muleques da sala.

- Já na 5ª série (a época que surgiu a Oi celulares), todo mundo começou a ter celular. E no dia dos jogos escolares, na hora do jogo de basket feminino, com as malditas meninas chatas que me arranhavam nos treinos, todas elas deixaram os celulares onde estavam sentadas esperando a hora de jogar, então fui lá e desliguei um por um.

- Na 6ª série foi O ano. Eu fui estudar em um colégio publico e aprendi tudo o que não devia. Aprendi palavrão, gírias de malandro, brincadeiras estúpidas, etc. Lá nesse colégio, o quadro era de giz. Juntava todo aquele pó no suporte de baixo da lousa e depois era jogado fora. Ahh… que desperdício, arranjei um uso pra ele. Certo dia, quando não teve aula depois do intervalo, eu aproveitei que todo mundo não estava na sala, e fui juntando todo aquele pó. Depois apoei uma carteira em baixo do ventilador de parede, subi nela e despejei todo aquele pó em cima daquela carcaça que reveste o motor dele atrás da hélice. E sentei ali mesmo. Quando voltou a ter aula, a negada morrendo de calor, todos suados de ficar brincando um tempão, ligaram o ventilador. Foi lindo ver aquele pó descendo bem devagarinho, deixando o cabelo da mulecada cheio de pontinhos, e os materiais também. E o pior era quem passava a mão pra tirar, acabava riscando as coisas que estavam sujas. rsrs

- No mesmo colégio, com pó de giz também, eu estava com muita raiva da professora de história, então eu passei pó na cadeira dela inteirinha. E eu poderia ter feito coisas piores, mas o legal disso é que ela só usava vestido de veludo, então aquela sujeira que o pó deixa, não saia nem passando a mão, só piorava. Ela se sentou com tanto gosto que eu soltei um risinho e ela percebeu que eu ri. E quando se levantou pra dar aula e ficou de costas pra turma TODO MUNDO riu. Ela não pode me acusar, mas me marcou.

- Nesse colégio era servido a merenda, e às vezes tinha bolacha maria. Aí fiz meu primeiro trocadilho infame, espalhando pra mulecada que naquele dia todo mundo ia comer a Maria (Que era também o nome de uma menina muito metida à gostosona). Aí deu a merda, a negada gostou da brincadeira e não pararam de atormentar a menina.

- Tinha um professor que eu não entendia como ele tinha um carro tão legal pelo tipo de vida que ele tinha. O pessoal dizia que ele podia ter aquele carro legal, mas não tinha dinheiro nem pra lavar ele. E eu quis tirar a prova disso. Peguei um intervalo inteiro só pra sujar o carro dele. Fui onde tinha um monte de um fruto lá e comecei a fazer a meleca com esse fruto, e depois passei no carro dele. Aconteceu que ficou sujo mesmo, e ele deixou pra sujeira sair com o tempo.

- Já na 7ª série eu voltei para colégio particular, e aquietei. A única coisa que fiz foi incrementar saliva nas bolinhas de papel impulsionadas pelo tubo de caneta.

Foi-se a época da despreocupação com a vida. Hoje em dia meu tipo de “maldade” é leve. Gosto por exemplo, de ir na pizzaria, e na hora que o garçom for me servir, eu pedir o sabor que faça com que ele tenha que girar a pizza toda pra pegar uma fatia XD Ou dar uma de besta fingindo que não ouvi que algum ingrediente está em falta e continuar a pedir coisas com o tal ingrediente.

Obrigado ^^

Mundo Pequeno e Coincidências

Esse post me veio em mente ontem, quando eu estava à mais de 200 Km de minha cidade, em outra cidade, no shopping, e encontro com uma conhecida de minha cidade, que a propósito, também estava na mesma lanchonete que eu no dia anterior em minha cidade. Mundo pequeno? Espera que eu vou contar mais.

Começando em João Pessoa - PB.

1º - Um belo dia do ano de 2006, eu estava a caminho da escola, 6:30h da manhã, estou no ônibus e um carinha senta do meu lado e sinto que já tinha visto ele em algum lugar, a gente se olha, desiste de falar alguma coisa, se olha denovo, pensamos… PUTA QUE PARIU! Era meu amigo Alexandre que estudou comigo na 2ª e na 3ª série quando eu morava em um outro interior de SP. E pra variar, ele estudava na mesma classe que meu visinho de apartamento.

2º - Um dia em que estamos na igreja, o pastor pede para que os novos frequentadores se levantem para que sejam recebidos. Um casal se levanta, comentam um pouco de onde vêem e se sentam. No final meu pai vai até eles conversar um pouco, porque eles disseram que vieram de SP também. Conversa vai, conversa vem… Aconteceu que meu pai descobriu naquele homem, um primo distante. Resumindo o caso deles; meu pai tem um tio que é casado com a tia desse cara! Ambos frenquentavam a mesma família mas nunca se encontraram na infância.

Aracaju – SE

1º – Lá em Aracaju, eu ia pra escola de bicicleta, e nessas eu passava por outros colégios no caminho. Eis que um dia estou vontando tranquilamente pra casa, e um maluco se mete no meu caminho chamando a atenção me fazendo frear. Quem era dessa vez? O maluco era um amigo meu que eu conheci em João Pessoa 5 anos antes, e que também estava morando em Aracaju, e pra variar, quase na mesma rua que eu.

2º – Já morando em outro local, num condomínio, um dia eu desci pra estudar na sala de estudos, e lá eu encontrei com minha vizinha de corredor Aline e com uma amiga dela chamada Rayssa (guarde esses nomes). Nessa época eu estava no 3º ano e conheci o Lucas e uma menina chamada Iane. Lucas era primo da Aline. E a Iane … A mãe dela namora com um amigo meu chamado Bruno, que era primo da Rayssa! E um tempo depois, me mudei pra um outro condomínio e acabei descobrindo que o Bruno era meu vizinho lá.

Itapeva – SP

1º – Meus pais tem amizade com um casal ( Carmo e Duch) a muitos anos, e um primo da minha mãe é marido da sobrinha do Duch.

2º – Temos uma amiga chamada Mariana, ela estuda no mesmo colégio que minha irmã e faz cursinho de tarde na mesma classe da minha mãe. Os pais da Mariana estudaram com meu pai. Uma vó da Mariana quase foi madrinha da minha mãe. A Mariana tem uma prima, amiga nossa também, chamada Victoria, que é amiga de infância de uns primos meus (achamos que já brincamos juntos um dia quando éramos crianças).

3º – Uma amiga minha do cursinho tem uma prima minha no orkut, porque a minha prima namorava com o primo dela.

E acho que é só :)

Obrigado

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Testando uma ferramenta

Bom… baixei esses dias a atualização de um pacote de ferramentas da microsoft e estou testando elas. Entre elas, está o Windows Live Writer que eu já tinha usado e parei porque ele fazia a mesma coisa que a edição normal do blogger. Porém, nesta versão tem mais opções e entre elas está a “categoria” do post. Tudo bem que meu blog não precisa ser separado em categorias, mas vou colocar porque é legal Nhé-nhé. Esse mesmo como é muito atoa eu classifiquei ele como “Bobangens”.

É só isso mesmo.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Viajando na maionese : Eu e minhas teorias

Acordei cedo, estava sozinho em casa, preparei meu café da manhã...



... Caramba, 2012 está perto. Mas que besteira! É só uma previsão maia. Uma em um calendário o qual eles acertaram todas as previsões anteriores. Vai acontecer muitas mudanças na Terra, quase ao mesmo nível das mudanças entre os ciclos do fogo e do gelo. Mas se o apogeu de uma mudança cíclica fosse em 2012, a humanidade já estaria extinta a mais de mil anos antes. Isso quer dizer, que os maias e outras civilizações simplesmente sumiram. Eles eram mais inteligentes que nossa civilização atual. Fizeram coisas que até hoje, mesmo com a tecnologia que temos, ainda não se sabe como fizeram. Na verdade, acho que eles "vazaram" da terra faz tempo. Ou adquiriram habilidades ao aprender usar 100% da capacidade do cérebro. Devem estar entre nós até hoje, meio que invisíveis em um mundo gigantesco ao redor do nosso, e todas as catástrofes sem sentido são reflexos das ações deles entre nós. E quando a tal habilidade deles falha, eles dão leves aparições, causando talvez o que chamamos de assombração. Eles previram que a tal Atlantida vai ressurgir do fundo dos mares. Que foda... Devem ser um seres humanos estranhos, talvez como nós, só que sem melanina ou pouquíssima mesmo, por terem vivido tanto tempo na escuridão dos oceanos. E talvez tenham desenvolvido respiração branquial ou tegumentar, e películas entre os dedos para poderem nadar mais rápido. Devem ser super desenvolvidos, terem equipamentos feitos de metais até então desconhecidos pelo Homem. Talvez sejam os famosos disco voadores (OVNI) que raramente aparecem, e só são tão rapidos no ar, porque em baixo d'água a resistência aos movimentos verticais é bem maior devido à sua aerodinâmica, que por sinal, mal são afetados nos movimentos horizontais. É como uma faca: ela afiada necessita de menos força para cortar um queijo. Ainda na anatomia deles, os relatos sobre tripulantes de OVNI's é que sejam cinzas ou transparentes, justamente o que eu pensei sobre ausência de melanina.
Acho que muita gente vai morrer nesse dia, ou não, pode ser o fim da humanidade, ou também não, pode ser que realmente tudo aconteça, porém assim que Atlantida surgir, eles nos abriguem dentro de suas fortalezas e de quebra a gente encontre as civilizações anteriores que estavam teoricamente extintas. E depois de muitos anos nossos descendentes serão os futuros OVNI's !!! \o/



...


Merda, já acabou o pão.

Obrigado

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

30 Coisas idiotas que com certeza você já fez (ri muito)

1 - Fingir que Tic Tac é cápsula de remédio.
2 - Apostar corrida com o locutor da tele-sena no comercial falando os números sorteados.
3 - Desenhar um relógio no braço quando era criança.
4 - Tampar o ralo do chão do banheiro pra fazer uma piscininha.
5 - Comer Trident com papel porque "papel de Trident é comestível".
6 - Fazer a proeza de enfiar o dedo no próprio olho sem querer.
7 - Ficar entortando aquele lápis verde, e quebrar.
8 - Apostar corrida de gotas na janela do carro quando tá chovendo.
9 - Sonhar que foi pra aula pelado, ou sem uma parte da roupa.
10 - Apagar tudo que estava escrevendo, quando vê que a outra pessoa está digitando alguma coisa no MSN.
11 - Tentar equilibrar o interruptor de luz no meio, entre aceso e apagado.
12 - Tirar uma nota melhor que o Nerd da sala sem ter estudado.
13 - Abrir uma nova guia na internet e esquecer o que ia fazer.
14 - Fingir que está fumando aqueles palitinhos salgados "Stiksy" da Elma Chips.
15 - Ficar mordendo o copo de plástico depois de beber o que tinha dentro, depois rasgar em várias tiras pra fazer um sol.
16 - Deixar sempre o volume do rádio/tv em um número redondo ou múltiplo de 5.
17 - Ficar com preguiça de colocar um rolo novo de papel higiênico no lugar e deixar ele solto na pia.
18 - Ficar desconfortável quando está assistindo TV ou um filme com os pais e começa uma cena de sexo.
19 - Falar mal de alguém para outra pessoa e descobrir que era um parente/amigo dela.
20 - Responder algo para alguém que está na sua frente e descobrir que a pessoa não estava falando com você
21 - Tirou o recheio de todas as Trakinas do pacote pra depois comer tudo de uma vez.
22 - Esqueci o Twitter aberto por 15 minutos e quando voltei tinha 159 tweets pra ler.
23 - Sentir a necessidade de apertar uma tecla sempre que passa perto de um teclado ou piano.
24 - Sonhar que está tentando correr e mesmo assim se mover vagarosamente.
25 - Desligar o plugin do MSN que mostra a música que você tá ouvindo para ouvir
musicas toscas escondido
26 - Gritar "Aeeeee" quando a luz acaba
27 - Quando era pequeno, fingir que estava dormindo quando chegava de carro em casa, pra ser levado no colo pra dentro.
28 - Ficar falando coisas obscenas (ou gemendo hahha) quando um amigo está falando com os pais no telefone.
29 - Abrir o freezer e ficar feliz ao ver o pote de sorvete, abrir e ver que é feijão congelado.
30 - Colocar caixinha vazia de Chiclets Adams/Clorets no dedo indicador.

vivendo

Essa semana passou bem rapido. Acho que pelo fato de eu ter que me preocupar com mais coisas, me senti mais ocupado.

Como eu fui o responsável pelo almoço nesses dias, e tenho academia na hora do almoço (não adianta, eu só vou nesse horário mesmo), eu decidi ir um dia sim outro não. Nos dias que eu não fui eu tiv tempo pra preparar o almoço, e nos dias que eu fui, a gente comia comida instantânea :)

Quanto a minha vida, me passa muitas coisas pela cabeça. Esses dias me questionei sobre minha vida, se ela estava perfeita ou só agora que está perfeita.
Digo porque estou numa transição grande ainda.
Quando penso que tudo estava perfeito, era a minha vida que eu estava estudando na faculdade, já tinha passado 3 semestres de curso, eu era reconhecido por grandes profissionais, eu tinha muitos amigos por perto, estava pra arranjar um emprego, estava em um relacionamento que eu sempre quis pra mim, eu estava amadurecendo numa velocidade estúpida por ter que me virar em casa o dia todo sozinho, convivendo com meu pai e melhorando o nosso relacionamento ainda mais, morava numa região excelente... enfim! Estava tudo perfeito, porém acomodado com a situação de meus pais separados, e já tinha colocado em minha cabeça que eu teria que construir carreira no nordeste mesmo, e que meu pai se formando iria melhorar nossas condições de vida e poder fazer visitas mais frequentes aos familiares.

E agora como estou?
Depois de 10 anos voltei pra minha cidade natal. Nunca tive contanto próximo por tanto tempo com meus familiares como estou tendo agora. Meus pais estão juntos novamente, vamos morar em uma das regiões mais desenvolvidas do Brasil, os meus pais estão felizes, minha irmã está feliz, meus parentes estão felizes, TODO MUNDO feliz por nós. E eu não sei o que achar disso tudo. Estou com 19 anos nas costas, sem emprego, sem amigos próximos (estou começando a fazer amizade no cursinho), voltando a estudar coisas do ensino médio, estou me sentindo praticamente como aqueles vagabundos repetentes. Deixei de fazer inscrição para o ENEM porque tinha em mente que eu já estava na faculdade mesmo, então não precisava fazer. E agora é a única avaliação para ser aprovado em um monte de unversidades aqui perto. Meu pai que eu me apeguei tanto e foi meu melhor amigo, minha base de apoio psicológica durante 6 meses, agora só o vejo finais de semana. Vejo minha mãe até o horário do almoço e depois só às 9 da noite. Meus primos estão todos próximos, mas tem as ocupações deles. E eu, agora só tenho à alguns livros, musicas, filmes e seriados. O que é perfeito?

Não tenho tido mais sonhos, nem vejo mais coisas paranormais com a mesma frequência.

A maioria das musicas que eu escuto, parece que falam sobre minha vida. D:


Vou prestar vestibular para uma universidade chamada UNICAMP. Ela tem uma característica que eu sempre quis nas universidades que prestei anteriormente; ela realiza 2 etapas, sendo a primeira a redação, ou seja, só faz as provas se passar nas redações (são 3 redações pra fazer no mesmo dia). E não é como nas que eu prestei, que você fica 3 dias ralando em provas igual um trouxa pra só valerem alguma coisa caso você vá bem na redação que é feita no 4º dia.

É isso.
Obrigado