sexta-feira, 1 de outubro de 2010

vivendo

Essa semana passou bem rapido. Acho que pelo fato de eu ter que me preocupar com mais coisas, me senti mais ocupado.

Como eu fui o responsável pelo almoço nesses dias, e tenho academia na hora do almoço (não adianta, eu só vou nesse horário mesmo), eu decidi ir um dia sim outro não. Nos dias que eu não fui eu tiv tempo pra preparar o almoço, e nos dias que eu fui, a gente comia comida instantânea :)

Quanto a minha vida, me passa muitas coisas pela cabeça. Esses dias me questionei sobre minha vida, se ela estava perfeita ou só agora que está perfeita.
Digo porque estou numa transição grande ainda.
Quando penso que tudo estava perfeito, era a minha vida que eu estava estudando na faculdade, já tinha passado 3 semestres de curso, eu era reconhecido por grandes profissionais, eu tinha muitos amigos por perto, estava pra arranjar um emprego, estava em um relacionamento que eu sempre quis pra mim, eu estava amadurecendo numa velocidade estúpida por ter que me virar em casa o dia todo sozinho, convivendo com meu pai e melhorando o nosso relacionamento ainda mais, morava numa região excelente... enfim! Estava tudo perfeito, porém acomodado com a situação de meus pais separados, e já tinha colocado em minha cabeça que eu teria que construir carreira no nordeste mesmo, e que meu pai se formando iria melhorar nossas condições de vida e poder fazer visitas mais frequentes aos familiares.

E agora como estou?
Depois de 10 anos voltei pra minha cidade natal. Nunca tive contanto próximo por tanto tempo com meus familiares como estou tendo agora. Meus pais estão juntos novamente, vamos morar em uma das regiões mais desenvolvidas do Brasil, os meus pais estão felizes, minha irmã está feliz, meus parentes estão felizes, TODO MUNDO feliz por nós. E eu não sei o que achar disso tudo. Estou com 19 anos nas costas, sem emprego, sem amigos próximos (estou começando a fazer amizade no cursinho), voltando a estudar coisas do ensino médio, estou me sentindo praticamente como aqueles vagabundos repetentes. Deixei de fazer inscrição para o ENEM porque tinha em mente que eu já estava na faculdade mesmo, então não precisava fazer. E agora é a única avaliação para ser aprovado em um monte de unversidades aqui perto. Meu pai que eu me apeguei tanto e foi meu melhor amigo, minha base de apoio psicológica durante 6 meses, agora só o vejo finais de semana. Vejo minha mãe até o horário do almoço e depois só às 9 da noite. Meus primos estão todos próximos, mas tem as ocupações deles. E eu, agora só tenho à alguns livros, musicas, filmes e seriados. O que é perfeito?

Não tenho tido mais sonhos, nem vejo mais coisas paranormais com a mesma frequência.

A maioria das musicas que eu escuto, parece que falam sobre minha vida. D:


Vou prestar vestibular para uma universidade chamada UNICAMP. Ela tem uma característica que eu sempre quis nas universidades que prestei anteriormente; ela realiza 2 etapas, sendo a primeira a redação, ou seja, só faz as provas se passar nas redações (são 3 redações pra fazer no mesmo dia). E não é como nas que eu prestei, que você fica 3 dias ralando em provas igual um trouxa pra só valerem alguma coisa caso você vá bem na redação que é feita no 4º dia.

É isso.
Obrigado

Nenhum comentário:

Postar um comentário