segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Aconteceu…

29/01

Passei uns dias sem ter o que escrever. Acho que já tem até mais que uma semana!

Nesses dias, eu fiquei a maior parte do tempo em casa mesmo. Mais estudando. Desde o dia em que eu me inscrevi para o vestibular da Unip, que eu fui em uma lan house e aproveitei pra postar algumas coisas.

E hoje (29/01) eu fiz a prova. Eu subestimei demais a unip por ela ser particular. Estava com aquela imagem que eu tinha das faculdades particulares de Aracaju, que é certeza que qualquer um com um mínimo de estudo cosiga passar. Esqueci de observar que aqui não é uma região qualquer (com todo o respeito à Aracaju). Acontece que aqui é um conjunto de de cidades muito próximas umas das outras, que juntas somam cerca de 7 milhões de habitantes. Acontece muito de pessoas morarem em uma cidade e trabalhar ou estudar em outra próxima.

Eu não digo que estudei pouco, porque eu estudava enquanto aguentasse. Não eram muitos assuntos difíceis e eu me garantia na redação. E foi logo o que me pegou de surpresa. Era para elaborar uma carta, destinada a um ministro. Pra começar, eu nunca fiz redação nesse formato, e ainda por cima precisava usar o devido pronome de tratamento. O formato eu até conhecia, mas não tinha certeza do pronome adequado.

Quanto ao restante da prova, eu acho que fui bem.

012911171817

Eu passando na Unip, já posso até prever uma possível postagem sobre mais uma viagem de transporte público, rsrs.

Pois é, tenho habilitação, mas acho que será de vez em nunca que poderei ir de carro pra universidade. E a Unip é muito longe de casa. Digo longe comparado à Aracaju, que de carro, levava 5 minutos pra chegar, indo BEM tranquilo. E a Unip leva 15 minutos de carro! Fica em uma das saídas da cidade, na BR. É lá nos cafundó mesmo! Só de ir de carro, nós passamos por um terminal de ônibus da região. Ou seja, muito provavelmente, eu terei que pegar 2 ônibus pra ir pra lá. Essa história de lugar novo, ônibus e terminal, eu já conheço muito bem.

-----------------------------------------------------------------

Mais uma vez passei pelo drama de ficar sem internet após uma mudança. E pra variar, sempre tem uma sacanagem na história.

27/12/2010 – Solicitamos a transferência da linha telefônica e da internet.

Atendente: – Sua linha já está transferida. Agora, a internet, você terá que esperar um prazo de 30 dias para que dê tempo de averiguar se há disponibilidade do sinal na sua região.

- OK

28/12 à 27/01 – testei a internet todos os dias, e nada de funcionar.

Ligamos, questionamos e reclamamos.

Atendente: – Aqui consta que o pedido de transferência foi efetuado no dia 30/12, então só completará 30 dias no dia 30. Dia 30 você liga denovo.

28/01 – Paciência estourou.

Ligamos em uma empresa concorrente da nossa atual, e nos interessamos pela proposta deles. Decidimos assinar com ela e cancelar com a anterior. (Além de tudo, nos disseram que onde moramos não tem sinal de internet da nossa operadora)

Atendente (depois de fazer muitas perguntas chatas por causa do cancelamento) : – Como passou 30 dias e ninguém entrou em contato avisando se já estava funcionando, o speed (serviço de internet) foi cancelado automaticamente. Não tem sinal nosso onde você mora.

Nem se quer avisaram que havia sido cancelado! E eu ia ficar igual trouxa testando todo dia a internet.

Enfim! Assinamos, e vamos ter internet até quarta-feira (02/02). E não é uma internet qualquer… é uma internet de 15 Mb/s !!! 6 meses atrás eu tinha uma de 300 kb/s, depois eu fiquei com uma de 1 Mb/s, e agora terei uma de 15 Mb/s !!! A taxa de transferência de arquivo será de 1800 kbps! Segundo os meus cálculos, eu vou baixar um filme em menos de 20 minutos. Filme e seriado é o que não vai faltar aqui em casa XD

well… acho que é isso.

Obrigado

Nenhum comentário:

Postar um comentário