domingo, 27 de fevereiro de 2011

Televisões novas, muito mais do que estética.

Tudo começou no meu interesse pelas novas televisões. No início era só um luxo qualquer – “Pra quê uma televisão nova se a nossa ainda funciona né?” – E agora já é questão de território. Digamos que antigamente projetava-se uma planta para apartamentos de classe média. Na sala, contava-se espaço para no máximo 2 sofás, estante e televisão. E esses dois ultimos tomavam muito espaço comparado aos dias atuais. E hoje em dia, é a mesma coisa para apartamentos da mesma classe social, porém os arquitetos deduzem que todo mundo que comprar aquele apartamento, também tem condições de estar atualizado em termos de mobília… então por estética e menor custo, eles tiram aqueles singelos 60 centímetros que a televisão convencional ocupa(diga-se de passagem, um trambolho pesado pra ####), e apenas calculam a distância de conforto recomendada para a nossa visão até a parede, somando de 3 à 15 centímetros ocupados pelas televisões hoje em dia. Mas e agora!? Tantas TV’s, tantos recursos e opções… como saber o que realmente pode ser útil?

Comparei as características das televisões, e por questão de visão, eu exclui a hipótese de comprar televisões com recurso 3D. Simplesmente porque é modinha. 3D! 3D! mimimi, que legal… mas não é legal para o nosso bolso. Primeiro que vai demorar muito para mídias em 3D serem comuns, e segundo é que mesmo que daqui 20 anos a gente possa assistir o William Bonner e Fatima Bernardes em 3D, vamos precisar dos óculos especiais, e que consequentemente com o uso frequente, pode causar dores de cabeça. Ou seja… é melhor deixar o 3D pro cinema mesmo.

LED vale a pena? Vale! Primeiro porque é mais econômico, segundo porque tem uma melhor definição de imagens, terceiro porque é 1/3 da espessura da TV de LCD, e quarto porque a LCD já está ultrapassada por ela. E imagine o que pode deixar a LED ser ultrapassada? Só as telas flexíveis mesmo!

Taxa de atualização… 120Hz SEM DÚVIDA! Isso significa que a tela atualiza 120 vezes por segundo… A imagem flui muito melhor pela tela e é mais confortável para a vista.

FULL HD 1080p, é  que há em termos de qualidade de imagem. O blu-ray está aí, ficando mais barato que o DVD e substituindo aos poucos… e para usufruir de seus 1080 pixels, só com filmes em blu-ray, e pelo amor de Deus, usando uma saída HDMI (que já vem nas televisões full hd).

A saída HDMI, de preferência com no mínimo 3 saídas. É a melhor em termos de transmição de audio e vídeo. Antes era RCA, aquela dos cabos amarelo, vermelho e branco. Agora é um único cabo.

Conversor digital integrado, para não precisar de antena para captar o sinal digital.

DTVi, é uma frescura legalzinha. Essa opção só serve para você poder entreter com os programas diretamente pela televisão. É basicamente pra participar de enquetes feitas ao vivo.

DLNA (Digital Living Network Alliance)… a coisa mais legal já inventada em termos de unificação. Resumindo, você pode conectar a televisão com o seu computador, e acessar fotos, vídeos, músicas, por ela, tudo sem fio!!! Mas nem tudo está adaptado para esse sistema ainda. Se eu conseguir um manual, prometo que coloco aqui como funciona.

É isso, espero ter sido útil.

Obrigado

Abrindo um novo tema

Esses ultimos dias tenho sido “atacado” por sensações.
Já vai fazer 2 meses que estou em Jundiaí, e ainda não tenho nenhum amigo. Pelo menos eu já estava preparado pra isso, afinal eu iria passar a frequentar as ruas da cidade só quando começasse  minhas aulas e começasse a trabalhar. E apesar de eu sempre ter sido muito caseiro, isso já está ficando ruim.
E nesses ultimos 60 dias, eu só tenho conversado com amigos pela internet. Fico na internet o dia todo, conhecendo gente nova, conhecendo melhor outras pessoas que eu conversava pouco, aprendendo e pesquisando coisas aleatórias, mandando meu curriculum, participando de promoções, assistindo séries e filmes, escrevendo, e agora relembrando o excel para poder trabalhar melhor futuramente. A propóstiso, já tenho minha planilha de orçamento mensal pessoal, só esperando eu digitar o valor do meu futuro salário, :D
Após 2 semanas de aulas, eu percebi coisas que agora são engraçadas pra mim, como por exemplo observar o pessoal que está pela primeira vez em um curso superior. De uma turma de 120 pessoas, 4 já tiveram experiência anteriormente, sendo 2 já formados e os outros 2 serem eu e uma menina que tivemos que trancar o que fazíamos. E o engraçado, é observar o pessoal com mais de 30 e 40 anos parecendo adolecentes em termos de experiência com estudo. Chego a me achar mais maduro do que eles, por ter que ensinar a usar termos mais corretos, fazer correções ortográficas nos textos deles, explicar que não é tão difícil como parece, e outras coisas.
Já tenho coisas para postar em meu blog sobre logística, e vou inaugurar amanhã comentando um artigo entregue em sala de aula, sobre a Perdigão.
Hoje vou abrir um novo tema pra esse blog, que nele eu irei postar informações, coisas que eu aprendo e pesquiso e acho que se alguém ler sem compromisso, vai acabar absorvendo sem querer. E essa idéia me surgiu, porque eu sempre gostei de me aprofundar no que eu estou interessado, e poder ter argumentos o suficiente para justificar minhas escolhas.
Já tenho uns posts em mente, mas não vou colocar todos de uma vez. Hoje eu começo falando de uma tecnologia que poucos conhecem, e que muitos não tem nem idéia que possuem e o quanto ela pode ser útil.
Obrigado ^^

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Um sonho realizado

Quem me conhece, sabe que minha banda favorita é o Paramore. E esse domingo, 20/02, foi o grande dia. Eu nunca tinha esperado tanto por um dia em toda a minha vida.

Eu fui para São Paulo no sábado e a idéia era ir cedo para a fila do show. Mas teve uma festa na casa do meu primo, que fez com que a gente abrisse mão de um tempo do domingo, para descansar mais e ir pro show mais cheios de energia. Chegou domingo e teve toda uma novela pra sabermos como a gente ia para o local do show. Um primo nos levou até lá, e quando chegamos parecia muito tranquilo, quando na verdade era uma fila que sumia de vista.

credicardhalledit

Essa imagem está numa escala de 1/20, onde a cada 1 centímetro, corresponde à 20 metros na realidade. Segundo os meus cálculos, a fila que eu estava, tinha 300 metros. É MUITA GENTE ENFILEIRADA! Sem contar que não era exata porque eram grupos de pessoas, tinha muita gente de lado conversando com seus respectivos grupos.

Foi o seguinte… o guardinha nos falou pra seguir a fila até o final dela,e foi o que fizemos. A fila que nós seguimos foi a que está em vermelho, e a seta vermelha era o final dela e o  respectivo lugar que ficamos. Só que aquela linha verde ali pra fora do credicard hall era uma outra fila enorme! Tinha muita gente lá! A gente não entendeu nada e ficamos por ali mesmo. Depois de mais de uma hora na fila, aparece um guardinha, falando que a gente estava no lugar errado, que não era pra ter formado fila ali, e que a continuação da fila era lá fora ( A grande fila representada pela linha verde). Aí começou um bate boca das pessoas da fila com os guardinhas. Porque não tinha ninguém orientando até onde era certo fazer fila. Eles diziam que não podia a partir da área do estacionamento, mas não foi avisado nada, e agora simplesmente queriam que a gente que já estava ali a mais de horas, saisse do lugar e fosse pro final da fila lá de fora. Haha… a gente (umas 500 pessoas) não ia sair dali por nada. A gente queria ver como os guardinhas iam fazer pra nos tirar dali. Ninguém saiu. E a nossa susposta “fila errada” foi crescendo. Lógico que ninguém era bobo de ver um espaço de uma fila para a outra e não entrar. E aconteceu o que a gente esperava, as filas se emendaram e aquele pessoal que estava do lado de fora ficou pra trás mesmo :/ Po, eu sei que se eu estivesse no lugar deles eu também ficaria MUITO puto por eu ter chego primeiro e um monte de gente passar na frente. Mas não tinha ninguém orientando. Se tivessem falado no mesmo instante em que a gente entrou na fila, a gente ia entender. Mas não… deixaram a gente ficar lá um tempão pra só depois de algumas horas irem falar para a gente sair dali e simplesmente ir para o final da fila. Conclusão.. não aconteceu nada e entramos super tranquilos.

Antes do show começar, teve a banda de abertura. E esse era o melhor momento para tentar avançar o máximo que podia. Esperávamos o momento em que todos começavam a pular, e então a gente pulava também e ia entrando ao mesmo tempo. Chegamos o mais perto que podia e estava extremamente apertado. O negócio era passar o ombro e armar (forçar a musculatura das costas para ficar rígido e difícil de passarem a gente). Eu podia ter as laterais mais tranquilas, mas chegou a um ponto que a pressão feita nas costas e no peito era tanta, que eu tinha que levantar a cabeça pra respirar melhor. Tinha muita menina gritando de dor, e muitas desmaiaram antes do show começar. Muita gente perdeu o tênis, câmera digital, relógio, bandana, etc. O show começou e as pessoas pararam de disputar os lugares e tiveram que se contentar com o lugar que haviam conseguido (eu consegui um bom :D), para focar mais no show. Cantei do início ao fim. Chorei em algumas partes de músicas que mexem comigo (não é atoa que é a minha banda favorita). Vi a Hayley Williams de perto, e aquela visão parecia mais um dos meus sonhos com eles, e dessa vez era real. Ela realmente é MUITO bonita, muito mais bonita pessoalmente, a voz dela ao vivo também é mais bonita ainda, o sorriso dela também é o mais bonito de todos pra mim, e ela é extremamente simpática. Realmente ela tem todos os motivos para eu admirá-la tanto. O dia perfeito com a visão perfeita. Nunca vou me esquecer.

E depois, quando alguém me pergunta como foi o show, eu digo: “ Nunca vi tanta mulher, em uma mulher só”

5463785321_1b718803cb_b

Primeiramente, obrigado Deus.

E obrigado pela sua paciência ^^

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Começou

Terça-feira começaram minhas aulas. E pra minha sorte, minha mãe vai pagar um transporte por um mês para enquanto isso, eu procurar saber como funciona o esquema de ônibus aqui em Jundiaí, rsrs. Ela mesma já sabia a possibilidade de eu chegar em casa contando mais alguma aventura de ônibus. O pessoal da van parece ser legal. Eu não comecei muito bem, mas já arrumei minha imagem.

Aconteceu que eles tem um certo costume de fazer festinha às quintas depois da aula. E logo no primeirodia já estavam empurrando a responsabilidade da primeira festinha para os bixos (os calouros).

Aí eu falo: - Mas leva quanto tempo?

Eles: - ah, é meia horinha, coisa rápida.

Eu: – Mas meia hora é tempo!

Eles: – Você faz o que meia hora depois do curso? me diga!

Eu: – Dá pra estudar.

Silêncio coletivo. E quando todos iam se virando, parecendo não entender muito bem o que eu disse, eu voltei a falar.

Eu: – Mas eu posso ver

E todos voltaram a falar no assunto empolgados novamente.

Mas po! Eu já chego 11 da noite em casa. Aí toda quinta eu iria chegar 11:30 por causa de festinha? Sem contar que é praticamente uma reunião pra comer alguma coisa juntos. E graças a Deus eu tenho comida já me esperando em casa. Se o negócio é pra enturmar e tal, eu entendo, mas que combine algo fora da rotina. Algum final de semana ou algo do tipo.

Aí no primeiro dia de aula não teve nada. Teve só uma apresentação da professora que vai dar aulas às terças, e uma palestra do secretário da educação de Jundiaí e uma apresentação do diretor e cordenador do curso.

Minha turma é bem grande. Mas porque no 1º semestre juntaram as turmas de logística e marketing. Ao total deve ter umas 120 pessoas na classe.

A Unip tem MUITO aluno! Mas é MUITA gente mesmo! Ainda me surpreendo com essas coisas.

Na apresentação de classe, quando eu falei que eu não trabalhava, um aluno já se prontificou a me ajudar. E ele conseguiria me dar um emprego sim, mas era pra trabalhar de madrugada :/ Mas na entrevista que eu fiz com ele, ele me disse que ia me indicar para os chefes dos outros turnos. Me animei bastante, pois é na área de logística e no centro de distribuição (O pessoal fala “CD”) da Magazine Luiza. É uma boa oportunidade de crescimento.

Amanhã eu vou cedinho pra São Paulo! O show do Paramore é no domingo, e estou muito animado. Eu e meu primo vamos curtir o sábado, e no domingo às 13h já estaremos na fila! Eles já deram 2 shows e pelo visto vai ser melhor que o do ano passado! Me resumindo nesse momento; Estou MUITO animado mesmo!

Bem, é isso.

Obrigado

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Na sala de aula - 2

Quando o professor diz: Quero ver quem vai responder essa pergunta primeiro…

Eu:

Eu

Eu respondendo primeiro:

O Nerd arquiinimigo fica:

E eu com meu parceiro ficamos:

Conversando com ela

Eu por dentro:

Na sala de aula

O professor pergunta pra qualquer aluno: Oh fulano! Teve tarefa pra hoje?

Não professor

Eu:Tem sim!

Restante da turma:

Concorrência nerd

Eu doido pra contar:

Ei! Ei! Ei! Sabe aquele jogo que você me emprestou ?

Meu amigo: Já sei… você quer minha ajuda

Eu: Não! Eu zerei!!!

e ele…

Faltam só 4 dias para o show do Paramore!

23

Dia 14/02–O dia em que O Paulo Henrique se irritou

Bem… dia 14 de fevereiro, fãs do Paramore, receberam uma notícia que veio como uma dinamite em seus cérebros. Você sabe que existe fãs e “fãs”. Um fã é aquele que conhece a banda antes dela virar modinha. E o outro “fã” é aquele que a sua música preferida é “aquela que toca na rádio”, esse é o famoso poser. Os fãs de verdade, odeiam posers! Primeiro porque eles só conhecem as músicas que ficam famosas e dizem que são fãs, segundo que eles saem por aí com algum acessório da banda espalhando a modinha, e terceiro é que eles só conhecem aquelas 3 ou 4 músicas e pra se dizer fã vão comprar ingressos para o show, quando tem muita gente que é fã de verdade querendo ir. E os fãs de verdade, geralmente são loucos pela vocalista, pela sua simpatia, carisma,presença de palco, interação com os fãs, sua voz e tudo mais. Aí surge uma menina, mostrando que é muito fã deles e tal, se interando com os outros fãs, conversando na internet sobre a banda, mimimi coisa e tal. SÓ QUE…. essa menina, tem uma “banda” chamada Fake Number, e dizia fazer cover do paramore. “ahh, legal… vamos ver a banda dela” Uma menina no vocal e 4 muleques nos instrumentos “hum, coincidência… a mesma formação do paramore”. E a maior merda da vida dela, o cover dela. O que ela faz? Bem… ela imita TOTALMENTE a Hayley! EM TUDO! E pra acabar mais ainda com a situação dela (A Hayley conquistou muita gente com suas dancinhas loucas no palco) ela imita as dancinhas da Hayley!!! Definitivamente, NÃO PODE. E pra fechar com chave de ouro, ela tem uma voz extremamente ruim!

Agora o que aconteceu de tão sério no dia 14 que você ainda não entendeu… Foi anunciado pela Ticket For Fun (A empresa que trouxe o Paramore para o Brasil) que eles escolheram o Fake Number para abrir o show deles!!! Aí já começa a cagada quando o Fake Number anuncia que foi a banda Paramore que pediu para eles abrirem o show. Mas nem se tivesse 2 mil planetas terras com 8 mil dimensões, eles não escolheriam o Fake Number. E quem tirou o pino da granada que estava quietinha na cabeça do Paulo Henrique, foi um infeliz que me segue no twitter. Aqui vai tudo o que aconteceu no twitter:

Eu: - AHHHHHHHH NÃO!!!! Fake Number vai abrir o show do paramore em SP!!! Palhaçada!

Infeliz: - é justo e lógico. Eles são o paramore brasileiro.

Eu: - aff, sem comentários cara… A elektra (vocalista do fake number) é ridícula! paga pau da Hay! Boçal! Que motivos eles tem pra merecer se não são originais?

Infeliz: -TU acha ela ridícula e boçal. No Brasil NÃO existe uma banda com um tipo de som mais parecido com o paramore do que a Fake.

Eu: - então cara! pra mim cópias não merecem fama. Já assistiu alguma apresentação dela? ela imita até os modos da Hay no palco!

Depois dessa, eu pesquisei o que o resto das pessoas estavam comentando sobre a notícia e também coloquei no meu twitter, pra esse muleque ver que não era só eu. Agora você verá que eu não exagerei quando falei mal da banda.

@SraMonster Fake Number é uma banda sem personalidade alguma que tenta ser um Paramore da vida, eu penso assim e foda-se.

@DebyCherry sério que o Fake Number vai abrir o show do Paramore????? vou poder tacar ovo no palco? aff –'

SraMonster Olha, se o Fake Number ficar mais que 10 minuto no palco eu mato alguém, eu paguei pra ver PARAMORE e não porra de cover algum.

camilafkn Vê so tenho medo deles vaiarem a fake number :(

_maritsa fake number vai abrir o show do Paramore(?) QUE BOM. depois disso a banda já pode acabar........

brunaruysam fake number vai abrir pro paramore, agora me diz a novidade... hahaha

heygaabi Odiei o fake number abrindo o show do paramore em sp e rj af

karina_oiq fake number vai ser vaiada no show do paramore sim ou com certeza?

nandavittori @_karenleticia nao odeio fake number só odeio a elektra pelo simples fato dela imitar a Hayley se achar a gostosa e nao canta porra nenhuma!

edubizzi Nunca vi tanta gente revoltada porque aquela bandinha sem qualidade nenhuma do@fakenumber vai abrir o show do Paramore!

jeessicax Tenho pena dos fãs do Paramore que vão ter que aguentar Fake number abrindo o show, sério gente. risos

nandavittori quem achar que eu to falando besteira pega ai um video de um cover mal feito feito pelo fake number e repara na elektra imitando a Hayley +

mrcll ai zuou que fake number vai abrir paramore, LIXO

nanydecanio Nossa, que bosta . Fake Number vai abrir o show do #paramore em sampa ??? #QueLixo ¬¬'

E esses foram alguns dos meus companheiros na internet no dia 14

Obrigado

Mais filme!

Tenho 3 trailers de filme que me deixaram louco pra ver!

Capitão América
X-men: A primeira classe
Thor (Com Natalie Portman)

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Vim reclamar

Olha, quem me conhece sabe que eu adoro ler. Mas estou passando apuros com o livro que estou lendo atualmente.

Esse livro é o 4º livro da saga do Percy Jackson (A Batalha do Labirinto)

Minha irmã que me perdoe, mas vou falar mal mesmo.

A saga em si, tinha tudo pra ser legal. E foi legal até o 3º livro.

O que eu não gosto nesse livro, é que eu acho que o autor abusa de se tratar de mitologia e magias para fazerem as coisas acontecerem. O personagem principal, vive tendo sonhos que explicam pra ele tudo o que ele tem que fazer. Ele é filho de Poseidon e a cada vez que ele está em apuros, ele simplesmente descobre algum super poder e depois não sabe nunca mais como usar denovo. Os capítulos são grandes demais para mostrar o que se espera ler. O autor coloca muitos diálogos desnecessários, que geralmente não acabam, são sempre cortados por algum acontecimento, tipo alguém chegando ou um simples “deixa pra lá” de um personagem pro outro. Teoricamente isso seria uma ferramenta para despertar a curiosidade do leitor para que leia esperando encontrar a continuação do diálogo e saciar a curiosidade… mas não. Simplesmente acaba! O capítulo tem geralmente 20 páginas, onde o principal acontecimento que se espera ler nele, só acontece nas ultimas páginas. Ontem por exemplo, eu peguei pra ler. Durante o livro, o herói tem sonhos, e um deles foi com asas de bronze contruidas por um arquiteto de 2000 mil anos. Espera-se que ele use esse equipamento alguma vez na história. E então, chega o capítulo “usamos algumas asas seminovas”… po, era pra ser legal. Mas os personagens passam por um monte de coisa, durante 19 páginas, e só na vigésima que eles acham as asas e usam elas pra fugir. E o autor fez isso acontecer em meia página! Ou seja… ler 19 páginas pra só ler o que tanto esperamos, em 20 linhas! Ah! Me poupe! Infelizmente não tenho mais paciência com esse livro. Só vou terminar de ler porque eu não gosto de deixar o livro.

Então, declaro, com muita vergonha, que não vou terminar de ler a saga do Percy Jackson

Obrigado

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Falando de outras coisas

Semana passada eu estava em Aracaju, e umas amigas me chamaram pra ir ao cinema assistir cisne negro. E envolvendo Natalie Portman, não me importa o estilo de filme, eu com certeza irei assistir! O próximo dela será “Thor” que eu também não vou perder por nada.

Fazia um tempo já que eu não via um filme tão bom!

Então resolvi indicar ele aqui no blog ^^

'Cisne Negro' é um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpreta por Mila Kunis. Dirigido por Darren Aronofsky (O Lutador, Fonte da Vida), Cisne Negro faz uma viagem emocionante e às vezes aterrorizante à psique de uma jovem bailarina, cujo papel principal como a Rainha dos Cisnes acaba sendo uma peça fundamental para que ela se torne uma dançarina assustadoramente perfeita.

Crédito da sinopse: Cinepop

Obrigado

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Postando por postar

Não tenho muito o que escrever ultimamente.

Semana passada eu passei o final de semana em Aracaju. Fomos à formatura do meu pai :D Tentei encontrar com apenas alguns amigos, porque não ia dar tempo de ver todos. Depois teve a festinha como sempre, e apesar de ter sido pequena, até que foi bem legal.

Essa semana eu me matriculo na UNIP, e vou passar um dia com meu pai no trabalho dele \o/ Estou bem animado.

Tem um pessoal do museu do trem aqui em Jundiaí, que vai direto lá na mina onde meu pai trabalha, pra pegar uns trens abandonados por lá, e eles deram um passeio pra gente, pra andar de trem!! Nossa! Sempre quis andar de trem! Mas aqueles trens de viagem das antigas, não esses intermunicipais, que são todos depredados.

--------------------------------------------------------------

SAM_0066

(Todo mundo colocando a pulseira de neon no pulso… Eu vou fazer diferente XD)

Essa foto só mostra uma de minhas manias chatas. Eu não gosto do óbvio. Tem um vídeo aqui antiguinho chamado “desobvialize” ele sugere umas coisas estranhas, mas eu levei a mensagem a sério, kkkkkkkkkkkkk.

É bem simples… eu não gosto de ser previsível. Exemplos:

- Formação de casalsinho na classe de escola, turminhas, etc… Eu sempre evitei XD E quase nunca dão certo. Apenas uma vez eu achei que tinha quebrado essa “filosofia”, que no contexto da galera, formação de casal era uma coisa previsível, mas o Paulo Henrique se envolver com alguém, ninguém esperava… então analisando bem, eu consegui “desobvializar” ^^

- Geralmente tem a bonitinha da galera. E ela sempre espera que os homens (babacas por ela) procurem entrar em contato com ela. E eu já não faço isso, kkkkkkkkkkkkk. Não é antipatia… ela prevê que eu vou adicionar/ligar/chamar ela, e eu a surpreeendo não fazendo nada disso.

- Se uma festa é formal, eu tento ser o menos formal possível, mas ao mesmo tempo respeitando com vestes também adequadas e equilibro com uma postura melhor que a dos outros. Porque tem uns caras que vou te falar viu… se veste todo a rigor, e se comportam como um porco.

E por aí vai outras coisas do mesmo tipo.

Olha só, achei que não ia ter o que escrever, no fim eu lembrei disso.

Obrigado

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Um dos meus textos favoritos

Não sei se ele tem nome, mas achei ele de volta em uns arquivos velhos aqui no computador.

Depois de algum tempo você aprende a diferença, 
a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, 
e que companhia nem sempre significa segurança. 
E começa a aprender que beijos não são contratos 
e presentes não são promessas. 
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida
e olhos adiante, com a graça de um adulto e 
não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje,
porque o terreno do amanhã é incerto demais para os
planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o 
sol queima se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe,
algumas pessoas simplesmente não se importam... 
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,
ela vai feri-lo de vez em quando e você 
precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para se construir confiança 
e apenas segundos para destrui-la, e que você
pode fazer coisas em um instante, das quais se
arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a 
crescer mesmo a longas distâncias. 
E o que importa não é o que você tem na vida, 
mas quem você tem na vida. 
E que bons amigos são a família 
que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos 
se compreendemos que os amigos mudam, 
percebe que seu melhor amigo e você podem fazer
qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se
importa na vida são tomadas de você muito depressa,
por isso sempre devemos deixar as pessoas 
que amamos com palavras amorosas, 
pode ser a última vez que as vejamos. 
Aprende que as circunstâncias e os ambientes
têm influência sobre nós, mas nós somos 
responsáveis por nós mesmos. 
Começa a aprender que não se deve comparar 
com os outros, mas com o melhor que pode ser. 
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a
pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. 
Aprende que não importa onde já chegou, 
mas onde está indo, mas se você não sabe 
para onde está indo, qualquer lugar serve.
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o
controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco 
ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada
e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era
necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você 
espera que o chute quando você cai é uma das 
poucas que o ajudam a levantar-se. 
Aprende que maturidade tem mais a ver com os  tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais  
em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma 
criança que sonhos são bobagens.
Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma
tragédia se ela acreditasse nisso. 
Aprende que quando está com raiva tem o direito de
estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do 
jeito que você quer que ame, não significa que 
esse alguém não o ama com tudo o que pode, 
pois existem pessoas que nos amam, mas
simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser 
perdoado  por alguém, algumas vezes você tem 
que aprender a perdoar-se a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga,
você será em algum momento condenado. 
Aprende que não importa em quantos 
pedaços seu coração foi partido, 
o mundo não pára para que você o conserte. 
Aprende que o tempo não é 
algo que possa voltar para trás.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma,
ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar...
que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe
depois de pensar que não se pode mais. 
Aprende que nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, 
se não fosse o medo de tentar. 
E que realmente a vida tem valor e que 
VOCÊ tem valor diante da vida!

William Shakespeare

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Subindo de level

Aew!!!!! Passei na Unip!!! Eu acho que eu sabia que eu ia passar. Não é nada de convencimento. É porque eu simplesmente já estava fazendo planos antes de realmente saber se tinha passado. Essa coisa de intuição forte é meio estranha. Já aconteceu de resultados meus que mereciam uma baita comemoração, não terem sido devidamente comemorados por não me causar surpresa, rsrs. E outras coisas que me já me deixavam previamente preparado e sofrer com antecedência.

Enfim… eu passei na UNIP e tudo aquilo que eu falei já sobre uma possível viagem de ônibus aqui em Jundiaí, ainda está valendo.

Agora estou novamente a caminho de me tornar um homem completo. E provavelmente você queira saber quais são as coisas que faltam. Os critérios obtidos até agora, foram:

RG, CPF, carteira de trabalho, curso superior e habilitação.

E agora falta só a namorada, o emprego, e o ultimo critério é ter o próprio carro XD

Estou com uma idéia (já faz um tempo) de fazer outro blog. Mas seria mais para eu usar como um método de aprendizado. Antes o tema seria assuntos do vestibular. Eu estudaria de dia, e no final do dia eu iria postar sobre tudo o que eu estudei, explicando do meu jeito e tal. Porque eu notei que quando eu escrevo no computador, ou posto no blog, eu presto muita atenção no que estou escrevendo, e o simples ato de reescrever as coisas já é um modo de aprender. Mas como não terei mais a vida de vestibulano, e sim a vida de universitário, eu vou fazer o blog falando dos assuntos que eu aprender no curso de logística. Acho que será bem produtivo ^^

Agora, uma coisa nada a ver. Eu sou extremamente curioso, e gostaria de ter idéia de quantas pessoas lêem meu blog. Tem gente que eu já sei que lê, então não precisa. Mas os outros, eu gostaria que desse um sinal anônimo mesmo, lá no meu formspring.me

http://www.formspring.me/paulohaam

 

É isso ;)

Obrigado

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Coisas chatas

Já disse que vou procurar emprego né? então… e consequentemente terei que cumprir meu trato com meu pai – usar o alargador até o dia de uma entrevista de emprego. Ou seja, esse mês eu vou tirar o alargador D: Usei durante 1 ano e meio só Ç_Ç . Mas primeiro vou procurar algum emprego que aceite meu perfil assim.

Ontem não saiu o resultado da UNIP. Mas me deu um baita susto. Porque era previsto pra ontem, aí eu vou no site, coloco minha matrícula e meu cpf lá e diz que NÃO ESTÁ NA LISTA! Aí eu liguei lá e confirmaram o que eu queria ouvir: – Ainda não saiu a lista. Provavelmente só amanhã. UFA!!!

 

Agora vou falar sobre algo que eu nunca falei e será a ultima vez também. Sobre um irmão gêmeo meu. Pois é… você nem acredita né? Eu não cresci com ele e não gosto dele, por isso eu nunca falo dele. Porque eu não cresci com ele? Porque minha mãe não tinha como cuidar de 2 filhos. Então o médico da família, português e não podia ter filho, se prontificou em cuidar dele e dar tudo de bom pra ele. Ele mora em Portugal agora. E as raras vezes que veio pro Brasil só quis visitar minha mãe 2 vezes. A primeira foi MUITO estranha. A gente morava em Aracaju e ele já chegou dizendo que ia ficar em nossa casa. Não gosto dele porque ele tem sotaque chato, nunca tráz roupa e usa as minhas, nem parece muito comigo, e tenta ser parecido comigo. Ainda bem que ele não teve coragem de colocar alargador, e nem tem a pinta no rosto igual a minha, senão eu teria muita raiva dele. Ele só sabe se gabar e enfim… é MUITO chato! Não gosto de falar dele, porque fico com raiva em pensar nele! Eu estou com raiva agora. E esses dias, o maldito veio aqui em casa também. E só estou falando dele, porque minha mãe falou pra ele que eu tinha um blog, e que eu ia escrever sobre ele aqui.

1ª visita em 2007

OgAAAKyPRpOci2aHiApg9KS9Bx7WEN7ZKNMTBT5H81Urt9Kf0bs55D5gYW0oPmW7k-disG4FA-J9FkOwrzSTzTVdrbkAm1T1UE8UfaqdsbdyLAxjs_Gs-mxEyS3D

2ª visita em 2011

irmãos

Agora acredita?

---------------mudando de assunto----------------

olha só esse vídeo, kkkkkkkkkkkkkk

 

Obrigado

 

Ahhh! e é tudo brincadeira o negócio do meu irmão viu? Eu que não tenho o que fazer mesmo XD