segunda-feira, 4 de abril de 2011

Comparações

Eu tinha coisas para escrever aqui, só não estava lembrando ao certo o que era. Mas era algo relacionado à pessoas. Como eu não lembro, eu decidi dar uma olhada em posts velhos, e fui no mês de abril do ano passado para ver pelo o que eu estava passando um ano atrás (a vantagem de ter esse blog). E acabei descobrindo que os fatos de minha vida se assemelham à um ciclo/ uma fase.
O que eu espero que não seja, mas isso só poderei confirmar daqui um ano.
Eu não escrevia muito no blog até o mês de maio de 2010, que não passava de 10 posts por mês, e hoje estou em uma média de 15 por mês. Agradeço isso, principalmente a uma amiga, que praticamente me transformou depois que eu a conheci. Vai fazer quase um ano já :)
Enfim, eu reparei que minha situação atual é igual a do ano passado! Vou colocar aqui umas comparações:
Abril/2010 – “…estou doido para achar um emprego para ter contato com pessoas. A facul não basta porque sou um cara que seleciona muito as amizades, e acreditem, de manhã numa faculdade não tem muita gente interessante. Interessante eu digo, porque estou em uma faculdade afinal, e nela 98% do meu papo é assunto acadêmico, 1% sobre mulher e outro 1% sobre o dia a dia.
Estou e não estou procurando uma namorada ao mesmo tempo. Estou porque sinto falta da presença feminina no meu dia-a-dia, aquela companhia mais íntima e tal. E não estou porque tenho medo do que posso arranjar com essa "pressa" de achar uma parceira, e sou muito exigente, pelo menos eu ERA, porque a coisa está ficando tão feia que estou começando a tirar alguns requisitos e me surge cada coisa... por isso não quero. E outra é porque sei que se eu começar um namoro agora ele não será o último, porque estou procurando, e é diferente de quando tudo acontece em função do destino.”
Abril/2011 – Estou doido pra achar um emprego! A diferença é que já estou nos processos seletivos :) Antes era por amizade, e hoje é porque quero começar meus primeiros investimentos o mais cedo possível. Estou estudando de noite, mas a maneira como eu vejo o relacionamento dentro da faculdade ainda é o mesmo.
Estou e não estou procurando uma namorada ao mesmo tempo. Estou porque sinto MUITO MAIS falta da presença feminina no meu dia-a-dia, aquela companhia mais íntima e tal. E não estou porque tenho medo do que posso arranjar com essa "pressa" de achar uma parceira, e não ser algo muito sincero e se tornar apenas uma questão de necessidade.
Uma filosofia em Abril/2010 - “Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar , não precisar dela. Percebe também que aquele alguém que você ama(ou acha que ama)e que não quer nada com você, definitivamente não é o alguém da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!” Mário Quintana
Acho que isso pode significar que voltei ao normal
Atualmente em Abril/2011 – Eu tinha essa filosofia em mente, eu era feliz com outra pessoa mas eu precisava dela :/ Eu aprendi a gostar de mim. E ainda sigo essa: “O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!” Mas ao contrário de um ano atrás, não acho que estou no meu estado normal.
Trecho de música semelhante ao de minha vida em Abril/2010 – “A minha vida, eu preciso mudar todo dia
Pra escapar da rotina dos meus desejos por seus beijos (tira essa parte do beijos) Dos meus sonhos eu procuro acordar e perseguir meus sonhos. Mas a realidade que vem depois não é bem aquela que planejei.
Minha vida agora, se identifica com esse refrão.”
Trecho de música modificado falando de minha vida em Abril/2011 – “A minha vida, eu preciso mudar todo dia
Pra escapar da rotina dos meus desejos por seus beijos nos meus sonhos. Eu procuro acordar e perseguir meus sonhos. Mas a realidade que veio depois não foi bem aquela que planejei.”

Obrigado

Nenhum comentário:

Postar um comentário