terça-feira, 5 de julho de 2011

Coisas, Trabalho e Família

Estou muito cansado hoje. Tanto pelas coisas que aconteceram hoje no trabalho, como também por eu não ter descansado no final de semana… sim, eu trabalhei sábado e domingo no horário normal. O bom são as horas extras no final do mês, hehe. Mas não quero fazer isso novamente nem tão cedo. Fui promovido oficialmente lá na empresa, :D  (o gerente anunciou para todos).

----------------------------//--------------------------------

Um breve fato:

Certo dia, Paulo Henrique com seus 1 mês e meio de carteira assinada e meio semestre de curso concluido, se irritou com a operação e com os funcionários. Por meio de fontes seguras, adquiriu o e-mail do seu gerente, e mandou um senhor de um texto citando falhas na operação, falhas na coordenação, falhas no 5S e outras coisas mais… tudo junto de fotos tiradas com o seu celular e por meio de um e-mail secundário para que não soubesse quem mandou.

No dia seguinte, ocorreram algumas correções na operação e uma demissão. Porém nenhuma resposta retornada.

Passado mais de um mês, a empresa começa a passar por uma transição, ocorrem algumas promoções, e um coordenador anuncia à Paulo Henrique sua promoção. Muito feliz, ele segue sua rotina normalmente. Até que, um certo momento, ele vai até um computador fazer uma consulta, e o gerente está trabalhando ao lado. O gerente cutuca discretamente Paulo Henrique, mostra-lhe um papel com um texto todo grifado com marca texto e diz: “Obrigado, tem me ajudado muito”. Em estado de choque, Paulo Henrique tinha diante de seus olhos, o e-mail que mandara à mais de um mês. Sem questionar, apenas retribuiu com um “de nada”. Logo em seguida, o gerente acrescentou: - “A propósito, a partir do dia primeiro, você estará promovido”. Chocado e sem muitas palavras, Paulo Henrique agradeceu.

---------------------------//-------------------------------

É… aquele foi um dia e tanto. Eu fiquei extremamente agitado o dia inteiro, e intrigado com o fato dele saber que foi eu quem mandou o e-mail.

O trabalho, é um coisa que tem feito eu refletir constantemente sobre muitas coisas. Uma delas, é devido a um fato meio chato, que foi a minha promoção ao invés de outro colaborador que estava merecendo o cargo. Ele ficou alterado com isso, e reclamava constantemente sobre não ter sido reconhecido diante de todas as suas ações. Eu não falei pra ele, mas tem uma coisa que eu gostaria de passar para quem ler isso.

Seja paciente, e não procure fazer as coisas esperando alguma coisa em troca. Apenas faça o que realmente estiver disposto à fazer, que isso com certeza será bem feito e reconhecido pelos demais.

Lá onde eu trabalho, está cheio de gente que não gosta de trabalhar, e ainda atrapalha quem quer trabalhar. Meu trabalho não é o que eu quero para a minha carreira, mas ele é primordial para que eu alcance o que eu desejo, por isso eu gosto de trabalhar. É como pegar uma estrada sem fim, sem conhecer o que tem no final, mas saber que aquele é o caminho certo.

Fora isso, eu estou na seguinte situação:

Graças a Deus eu não dependo do meu salário para sobreviver, tenho boas condições de vida, estudo, tenho uma família bem estruturada, e ainda 19 anos (quase 20 já).

Mas na minha equipe, tem um com quase 50 anos, um com 28 anos, casado, com filho de 4 anos, e quase passa fome todo mês. E tem outro, com 21 anos, também casado com um filho de 4 meses, FORMADO, e com experiência na área.

Já eu, nunca havia trabalhado, tenho 3 meses de carteira assinada, e já fui promovido. Porque isso? Desses três funcionários, apenas o mais velho trabalha direito, :/

Mas o que me faz pensar, é a situação dos outros dois. Eles nessas condições, não buscam trabalhar direito para melhorar de vida! Deus que me perdoe, mas eu tenho raiva de quem coloca uma criança no mundo sem garantia de que vai poder dar boas condições de vida pra ela. Tudo bem que eu acho muito bonito da parte deles, terem coragem de serem pais tão cedo, mas acho que ter um filho exige muito mais responsabilidade do que simplesmente dar amor e carinho à ele.

Eu tenho vontade de ser pai um dia, mas eu tenho certeza que só estarei disposto à isso, quando eu ver que poderei dar qualidade de vida para ele.

Mas atualmente? Não… no máximo ter uma namorada.

 

Olha aí. Só ficar uns dias sem escrever, que eu já escrevo tudo isso. E tem mais coisa, só que eu não me lembro de tudo, rsrs.

Obrigado

Um comentário:

  1. Uma coisa muito positiva que eu notei em você e que acho muito válido e correto é a sua perseverança e até uma boa dose de auto-confiança. Você enxerga as coisas bem a longo prazo e isso é bom.

    ResponderExcluir