domingo, 24 de julho de 2011

Trabalho, batendo de frente, encrenca e valentões

Certa vez meu pai me disse: – “Quando alguém quer que um trabalho seja bem feito, ele deve mandar para aquele que estiver mais ocupado.”

Mal fui promovido, e o gerente já me tirou de minha atual função para exercer outra. Tenho um estoque em minhas mãos, e tudo relacionado a ele, é minha responsabilidade.

O problema, é que eu sou conhecido como o “certinho”. E levo esse Paulo Henrique certinho para toda ocasião que exija disciplina, ética e boa conduta. Então, desde o primeiro dia que eu passei a tomar conta, eu arranjo confusão com outros funcionários. A maioria já não estava gostando muito na minha evolução, imagine agora? E tudo o que eles estavam acostumados a fazer de errado, eu não permiti fazer. Descobri um cara de pulso firme dentro de mim. Eu achava que eu ia ser aquele bobão da escola, que quando era intimidado pelos valentões, ia reclamar para o diretor, e se ele não fizesse nada, eu apenas tinha que engolir. E então, depois de uma discussão com dois caras (eles insistiram e não conseguiram o que queriam), eu comecei a estudar as minhas condições de trabalho, e perceber o que que dava tanta dor de cabeça no cara que eu substitui. Não deu outra… fui até a sala do gerente, e falei igual gente grande. Só percebi tudo o que eu falei depois que eu terminei, kkkkkkkkkkk. Sei que ele chamou a atenção de uns caras, que não ficaram nada bem comigo, e eles são superiores a mim :/  Ambos, me lembram os valentões do colégio. Iguaizinhos pra falar a verdade. O que coloca a moral (O esperto que faz o outro de idiota) e o que só fica do lado (o idiota) dando apoio e puxando o saco, achando que também está fazendo algo pelo simples fato de andar junto. Babaca. São o tipo de profissional, que nunca vai sair daquela posição. Após ouvirem um monte do gerente, o menos idiota me tratou na mão. Mas o outro…. aiai… tirou a máscara de gente, e mostrou o muleque que ele é. Eu discuti com ele, mas nada muito feio. Estava no final do dia já, não queria acabar com meu dia por causa de um acéfalo desses, muito menos perder tempo. Se ele não quer resolver nada pra mim, eu tenho quem faça ele resolver. Segunda-feira vai começar bem quente, hehe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário