segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Como estou? Vou falar um pouco de tudo…

Plena segunda-feira, feriado na cidade, clima perfeito, descansando em casa, vi uns filmes, saidinha de noite com a família… o dia foi ótimo! Fazer as coisas em folga durante a semana, é muito melhor que em finais de semana, rsrs.

Com esse feriado, era para eu ter tido 3 dias de folga, mas logo no início da semana passada, eu fui convocado para fazer inventário na empresa no sábado. Previsão para começar às 8h e sair às 15h… claro, porque não?

Sexta-feira, meu belo sábado de 7 horas extras se transformou em um inferno com 16 horas de duranção. Tive que acordar 5:40h entrei às 7h e só sai às 23h !!!! Ou seja… meu sábado foi pro saco! Pelo menos vai dar um acréscimo legal no final do mês.

O trabalho pra mim, é uma coisa totalmente sussegada. No início, você vai tropeçando mesmo, pegando o ritmo e tal. Mas depois, com o tempo aquilo vira rotina, e você faz sem perceber. A única coisa que me tira do sério lá, são as pessoas. É muita “sujeira”! Um querendo passar por cima do outro, falsidade demais, muita injustiça, ignorância, etc. Está um clima meio tenso e esquisito. Não está mais tão legal como nos primeiros dias. Mas é isso mesmo… tenho que dar graças a Deus por pelo menos ter um trabalho. E acredito que logo logo Ele vai me colocar em um lugar melhor.

Daqui uma semana será o meu aniversário. Um ano passou muito rápido… Um ano atrás, eu estava a duas semanas na minha cidade natal, recém chegado de uma mudança. E QUE MUDANÇA! Minha cabeça estava a mil.

Atualmente tenho sentido muitas saudades de amigos. Tenho um carinho enorme por algumas pessoas de que me distanciei, mas ainda limito o contato. Pra muita gente isso pode parecer estranho, gostar das pessoas, e evitar o contato por um tempo. Mas só quem já passou pelo mesmo que eu para poder me entender. Eu sou um cara que me apego muito às pessoas que eu me torno amigo, e depois quando acontece uma dessas de me distanciar, o coração aperta só de lembrar. Mas não deixo de saber como estão ;)

Fazia tempo que não acontecia algo paranormal comigo… Teve um dia que eu estava bem tranquilo no computador, e uma porta do guarda-roupa estava aberta a um tempo já, e quando ela está aberta ela fica uns centímetros de distância da parede. Então, em um certo momento, ela leva um tipo de pancada, fazendo com que ela batesse na parede e voltasse. A “pancada” teve som de como se tivesse sido feita por algo sólido. Xinguei com o susto, tentei ter contato com algo que fosse o responsável, mas não teve mais nada. Já esse final de semana, eu senti uma presença que eu não sentia a um tempo já. É uma presença boa, que me dá a sensação de que estou leve, quase flutuando. E hoje, eis que eu acordo, e fico na cama enrolando pra levantar, e enquanto isso o rádio na sala está ligado. Toca a música “A”, música “B” e música “C”, e então eu me levanto. Enquanto estou no banheiro, escuto a música “A” novamente, estranhei, depois logo em seguida a música “B” toca também, e eu penso comigo mesmo: – “Nossa, os caras estão mal… repetindo musica assim”. Quando eu sai, enquanto eu comentava com a minha mãe sobre a repetição das duas músicas seguidas, começa a música “C” ! Aí que eu estranhei mesmo! Disse pra minha mãe que aquela música eu também havia acabado de escutar, e ela me disse que era a primeira vez que estavam tocando pela manhã, e sem hesitar muito, já foi dizendo que era mais uma de minhas paranormalidades, e que já havia passado na TV sobre pessoas que escutam coisas antes de acontecerem.

Hoje pesquisei meu nome no google, e descobri que outras pessoas gostaram de alguns textos meus, rsrs. Algo que eu nem eperava acontecer. Pelo menos o blog não aparece na pesquisa do meu nome :)

 

Obrigado ^^

Um comentário:

  1. Lendo seu texto vi que temos algumas coisas em comum, mesmo que poucas. Meu aniversário também é na semana que vem, dia 26 de agosto (é semana que vem já?). E eu também, apesar de sentir saudades de certos amigos decidi me afastar deles, mas no meu caso é porque sempre fui muito dependente, muito carente dos outros e isso só me fez mal, minou minha auto-estima, então hoje eu decidi me voltar mais pra eu mesmo, mesmo que pareça egoísmo, preciso me conhecer melhor.

    ResponderExcluir