sábado, 22 de outubro de 2011

Na semana

Durante a semana eu me peguei diversas vezes pensando em coisas para passar para o blog, mas nesse exato momento em que eu tenho tempo pra escrever, eu não estou lembrando :/

Na faculdade

well… a minha semana de provas chegou ao fim, foi uma correria desgraçada, e eu me ferrei em todas as matérias. E dessa vez eu não me refiro à um 7, e sim a notas beeeemmmm menores que 7. Foi a pior sequencia de notas da minha vida. Não sei porque eu fui tao mal assim, mas sei de uma coisa, eu vou me dedicar muito às segundas provas.

Aquela louca apareceu novamente, e dessa vez ela atirou em mim sem dó. Foi lá, pediu para meu amigo um momento a sós comigo  (“um momento a sós comigo” ? estou certo produção?), e disse tudo o que tinha pra dizer. Falou na obseção dela por mim, que aquilo estava entalado dentro dela a muito tempo, que já fazia não sei quantos meses que a gente se conhecia , e queria saber diretamente de minha pessoa se tinha alguma chance de algo acontecer entre nós…

fuuuu_by_ku127-png

E eu não enrolei ela. Eu já estava irritado com aquela situação mesmo, então foi bem fácil de eu não sentir dó dela e enrolá-la. Disse claramente que não tinhamos futuro nenhum, e que eu também não gostaria de tentar algo pra fazer o teste, porque eu sabia que não ia conseguir retribuir o mesmo sentimento que ela tem por mim. Então ela ainda insistiu! Perguntou se pelo menos poderíamos “ficar” só pra ela poder dizer pra ela mesma que um dia conheceu um cara “assim assim assado, etc etc…” e eu disse que não novamente. Porra! Que nhacas sentido faz o tal do “ficar” sem sentimento algum!? A pessoa sabe que não tem sentimento, e ainda quer mané ficar!? Me poupe!

Admiro apenas uma coisa nela: Coragem

Eu queria ter 50% da coragem que ela teve.

No trabalho

Dos meus dois chefes, o melhor deles foi demitido. Não só o melhor, como também o que me contratou mostrando que acreditava em mim mesmo sem experiência alguma. Durante esses 7 meses de trabalho, eu aprendi muito mais do que eu esperava e abriram-se muitas portas pra mim. Mudei de função 4 vezes, e já posso avistar uma segunda promoção daqui uns meses. Vejo um rumo que minha vida pode tomar, e que promete muito pra mim, mas vejo também uma demissão. São caminhos muito instáveis, e vou tentar andar entre eles pra ver onde vou parar.

Na vida

Minha viagem para Minas Gerais com meus amigos ainda está de pé :D Estamos contando os dias.

Peguei outro passeio pra fazer na natureza também, dessa vez com o pessoal da faculdade. Vamos fazer rafting em um lugar aqui perto, que é praticamente sinônimo de rafting e outros esportes de muita adrenalina. Só esperamos que não esteja frio nesse dia.

Fui fazer o tal do ENEM hoje. Decidi fazer para tentar conseguir uma bolsa na faculdade pelo programa do governo. Tantos amigos meus não pagam a faculdade, então eu tenho esse direito também. Se eu conseguir isso, já me livro da mensalidade da faculdade! Fui fazer totalmente desavisado. Levei duas canetas, ambas azuis e material de cor opaca, rsrs. Tinha que ser somente de caneta preta de material transparente… graças a Deus um cara tinha três canetas lá e me emprestou uma. Depois, como ainda faltava uma hora para começar a prova, eu fiquei no celular mexendo na internet. E no quadro dizia claramente que celular não poderia ficar em cima da carteira, mas a fiscal viu e não falou nada… deduzi que fosse valer apenas no momento da prova, mas depois ela veio pedir para eu desligar. Fiquei com a maior vergonha, já basta não ter levado caneta preta, e ainda ficar mexendo no celular!? Po, ela deve ter me achado todo errado. E pra finalizar, quando ela ia passando do meu lado, ela tropeçou no meu pé e quase caiu! Todo mundo olhou. Ela pediu desculpa pra mim, mas com cara de quem não gostou, e nessas já é quase certeza que ela me achou um desgraçado que só dá trabalho D:

Estou pensando em tirar a barba toda novamente e ver no que dá. Já vim com esse papo aqui outra vez não é? Pois então… acho que agora é pra valer.

Estou querendo comprar uma bicicleta. Sinto muitas saudades de andar. Já faz um pouco mais de um ano que eu não ando, mas antes desse tempo, eu já andava a 10 anos. Sempre gostei de sair explorando lugares da cidade, me arriscando em algumas atitudes, correr bastante até as pernas incharem, pedalar sem as mãos, andar conversando com alguém, e tudo mais.

Minha mãe me perguntou esses dias se eu estou apaixonado… e sabe que eu ainda não sei. XD  Pois é, ainda estou tentando interpretar meus sentimentos atuais, mas acho que está mais pra “sim” do que pra “não”. O dia que eu descobrir oficialmente eu digo aqui ^^

“Queria eu ter razão em minhas conclusões precipitadas”

 

Para finalizar….

Andei pensando a respeito da publicação de meu blog, e acho que vou publicar ele sim. Mas não será necessariamente este blog, mas sim um paralelo, mais censurado. Só chega nesse blog aqui, quem a vida bem enteder apresentá-lo. Seja pesquisa no google ou indicação de um leitor atual. Eu não fico mandando o link dele para meus amigos.

Acabou.

Obrigado

Um comentário:

  1. Concordo com você sobre essa de "ficar", acho bem ridículo isso. E acho que no caso dessa moça o que me chamou a atenção nela não foi a coragem, mas meio a falta de amor próprio, se sujeitando a implorar pela outra pessoa. Não curto isso, já fui assim, carente.
    Já tive uma bicicleta e adorava pedalar, embora seja um covarde e sempre tenha medo de pegar trânsito, mas acabei sendo obrigado a vender porque moro numa casa de apenas 3 cômodos e aí já viu né? Não tem muito lugar pra acomodar a dita cuja. Abraço.

    ResponderExcluir