terça-feira, 15 de novembro de 2011

Todos nós temos que ter um lado criança

Esse foi um dos assuntos que eu tive com uma amiga. Aquela amiga sabe, tão difícil de conversar, é ela :D  . Apelei para a internet mesmo, e até que resultou em uma conversa boa.

Você já se pegou fazendo coisa de criança? Eu me pego praticamente o tempo todo em que estou sozinho ou com pessoas íntimas (tenho vergonha de fazer bobeira na frente dos outros). E querendo ou não, sempre resulta em boas risadas. Eu me considero uma pessoa com uma imaginação muito fértil, e me aproveito disso pra bolar situações, geralmente bestas, e interpretar para que vejam o que imaginei. Fico imaginando as caras e bocas que eu faço… lógico que pouquíssimos presenciam isso. A minha irmã é a principal vítima. Às vezes ela ainda incrementa as ideias.

Então, nessa conversa, Ela lançou a seguinte frase: “não dá para levar a vida numa boa sem o lado criança”.

O que me fez refletir que isso pode ser verdade. Nas vezes que eu vi alguém próximo mal humorado e todo preocupado, eu geralemente importunei essa pessoa com bobeiras até vê-la sorrir ou apresentar uma melhora no humor. Já outras vezes, o resultado foi descontração da parte da pessoa, e fez com que ela falasse tudo o que estava precisando soltar. Tudo o que ela precisava era de alguém para lhe ouvir. Eu me considero um bom ouvinte, e sempre fui mais de ouvir do que falar. E por incrível que pareça, mesmo quem não me conhece direito, as pessoas me procuram pra contar segredos ou falar de algo em suas vidas. É intrigante… com a minha irmã acontece a mesma coisa.

Não tenho mais muito o que escrever. Foi mais pra registrar mesmo que eu consegui ter uma conversa relativamente boa com ela ^^

Obrigado

2 comentários:

  1. Sério que você colocou essa cor de fonte cinza de propósito Paulo? Está quase impossível de ler, pois não dá contraste nenhum com o fundo do blog. Mas enfim, sobre sua postagem, que é o que interessa:
    Eu sou da opinião de que não devemos jamais perder o nosso lado criança, aquele jeito de encarar a vida que deixa ela tão mais leve. Com certeza você já comentou ou ouviu comentários do tipo "Quando a gente é criança tudo é muito mais fácil". Isso é porque depois que nos tornamos adultos, nos buscamos nossos problemas, inventamos onde eles não existem e achamos que passar por eles é o que vai nos deixar mais fortes.
    Creio que devemos sempre manter nossa criança interna. Termos sim nossa maturidade, nossas responsabilidades, pois isso é inevitável, mas não levar tudo a ferro e fogo. Manter sua criança dentro de si não é sinal de imaturidade, mas sim de sanidade. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Não foi proposital não. Estava um lixo aquilo. Acho que eu mudei sem querer enquanto fuçava no design ontem. Obrigado por avisar cara!

    ResponderExcluir