sábado, 12 de novembro de 2011

Faculdade, Vida troll, Mulheres criptonita, Amigos AMIGOS.

Final de semana hein! Feriadão… segunda-feira eu não trabalho… e eu poderia estar na minha cidade. Sim, PODERIA. Mas não estou porque eu estou muito ferrado na faculdade e preciso estudar, e esse feriado é a minha única chance antes das provas. E não estou TÃO mal assim vai… estou abaixo da média em uma matéria, e isso já me deixa péssimo. Pior ainda, é sacrificar esse feriado para me dedicar à faculdade, sabendo que o resultado não será satisfatório. Pois é. Pela segunda vez seguida, eu só arrumo – digamos que – gente inexperiente para fazer trabalho junto, e o mais importante que ocorre todo final de semestre, os caras me impressionam mais ainda. Não sabem escrever direito (tem um que não usa nem vírgula e nem acento), lêm super mal, não tem muita responsabilidade, etc. Enfim, sempre sobra pra mim. Tenho que editar tudo e mudar alguma colocações sem nexo algum, e nossa, dá muito trabalho corrigir tanto absurdo. Sem contar que alguns deles só estão no curso porque ganharam bolsa de 100%, mas nem estão gostando! Ai ai viu. Se no meu grupo tem duas pessoas assim, imagine no resto Brasil! Quer dizer então que o dito cujo tira uma certa nota no ENEM, vai até o programa do governo procurar qual curso dá pra ganhar bolsa, e se matricula sem nem ao menos saber do que se trata! Esse é o futuro do nosso país, um país cheio de gente formada (podem não gostar do curso, mas vão até o fim) e trabalhando com mal gosto. Pro governo isso é ótimo. Os políticos ganham a população, e amentam a taxa da classe média baixa (gente que não trabalha direito não cresce na vida, fato) cuja se torna a que mais se endivida e consequentemente continua a votar naqueles que facilitam suas vidas financeiras.

E por falar do governo e descontentamento, hoje eu andei de ônibus em Jundiaí. E há uma lei no livro de minha vida, que diz o seguinte:

“Suas primeiras experiências com transporte público, lhe proporcionarão grandes momentos”

Todas as cidades que eu já morei, nas primeiras vezes que eu andei de ônibus, aconteceu alguma merda. O pior é que eu sempre procurei me informar antes, e eu nunca consegui ir de primeira no destino que eu desejo. Hoje não foi tão ruim assim, porque eu me antecipei quando eu vi que algo de diferente ia acontecer. Pelo menos tem um lado positivo quando eu faço esse tipo de tour… eu reflito muito na vida, e geralmente resulta em posts nesse blog :)

Quem me conhece, sabe que eu sou tímido. Eu estava na dúvida se ainda sou tímido ou se só tenho vergonha em algumas situações. Então, pensando com meus botões e analisando alguns momentos de minha vida em minhas memórias, eu descobri uma coisa… Mulheres criptonita. Assim como os efeitos que a criptonita causa no super homem, as mulheres causam em mim. São as mulheres que eu acho interessante ou que me olham de uma forma “criptonizante ?”   rsrs. Os efeitos colaterais em mim? Bem… digamos que nervosismo, falar besteira, querer enfiar a cabeça em algum lugar, ficar bobão, etc. Só coisa boa. Por isso que é uma luta eu conseguir uma namorada. Um belo de um exemplo, é a menina lá da faculdade (depois eu falo um pouco mais sobre esse caso), ou uma outra na empresa, que eu a admirava de longe, já contei até 10 pra dar bom dia pra ela, e nessa sexta-feira estive na mesma mesa de café da manhã que ela estava. Fiquei feliz o resto do dia.  Mas quanto a menina lá da faculdade, o negócio tá difícil. Ela é muito fechada, passa perto e se eu não falar com ela ela não fala comigo, e o pior é que as vezes que eu consegui falar com ela, eu não fui muito produtivo (mulher criptonita). Enfim… se for pra dar alguma coisa certa, vai acontecer no momento certo. Mas eu sinto que preciso conhecer ela.

Sinto falta de um amigo. Eu tenho amigos, mas não estão mais perto de mim. Sabe aquele amigo amigão mesmo? Que a gente pode contar com aquele ombro amigo em alguns momentos, o amigo que você chama só pra conversar, o amigo que realmente é amigo para todas as horas. Eu tenho e dei valor sim enquanto tive por perto. E agora, esse vazio e essa necessidade de escrever coisas aqui, são resultados dessa falta. 

 

Obrigado

Um comentário:

  1. Por eu ser um magnífico desenhista, durante muitos e muitos anos os meus amigos de escola se aproveitaram de mim para ganhar nota nas minhas costas, hoje, parei com isso, prefiro ficar sem ganhar nota do que levar outras pessoas em minhas costas.
    Você tímido? Não parece, já que se expressa tão bem.
    Na parte de amizades eu mudei muito. Era como você, acreditava em amizades verdadeiras e que amigos são pau pra toda obra, mas hoje, depois de dezenas de decepções, vi que não se pode esperar muita coisa das pessoas.

    ResponderExcluir