sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Feitiço desfeito

Eu acho que eu estava sob efeito de algum feitiço (é claro que não, mas fica mais legal tratar assim).

Teve um post em que eu citei o quanto eu me sentia mudado, e sentia falta do meu eu que ficou no passado. E eu realmente estava mudado, mas acredito que foi uma fase. Talvez a correria do dia a dia estivesse mexendo comigo. O trabalho corrido e os compromissos da faculdade a curto prazo, tomaram a minha mente de tal forma que meu cérebro elegeu como “rota de fuga” coisas simples para me distrair. Por isso eu me sentia tão diferente. Eu sentia falta do meu eu que adora passar o tempo refletindo sobre a vida, que curtia a própria existência e esperava pacientemente pela pessoa certa. E toda aquela correria, fazia parecer que eu estava usando antolhos (aquele negócio que coloca no cavalo para tampar a visão lateral dele – eu não sabia também, só pesquisei no google). Tinha olhos apenas para objetivos. Me apeguei às funções básicas do trabalho e foquei mais na faculdade.

E agora, depois que tudo aquilo passou, tirei férias na facul e o trabalho foi acalmando, eu fui notando uma leve diferença em mim, e hoje me dei conta que essa leve mudança foi na verdade o meu retorno. A vida até ganha outros ares. E não sou mais aquele stalker lazarento. Enfim… meus verdadeiros modos de viver estão de volta!

Em outras palavras, estou livre! XD

Agora viajando um pouco, sabe quando tem aquelas cenas de filmes, que geralmente é uma pessoa que não é mais ela mesma até que algo acontece, seja um toque, alguma coisa dita, que se torna a chave para que ela volte ao normal, e vai lembrando de todas as coisas e tudo mais!? rsrs. Então, acredito que foi mais ou menos o que aconteceu comigo. Acho que bastou uma série de fatos e uma conversa nesses dias para eu resgatar algumas partes de mim que eu sentia falta.

Argh, cansei de escrever sobre isso. É pouca coisa, mas é cansativo traduzir tudo para palavras.

Obrigado

Nenhum comentário:

Postar um comentário