sábado, 25 de fevereiro de 2012

Me dando conta…

… de que fez 1 ano que eu realizei uma das maiores vontades de minha vida. Fui ao show do Paramore no dia 20 de fevereiro de 2011! Putz. Sem palavras para tudo o que aconteceu naquele lugar. E revendo tudo aqui no meu pc, eu me dei conta também do quanto eu sou apaixonado por essa banda. Claro que a vocalista é a grande sensação, mas a banda em si faz parte damelhor fase de minha vida, que vai dos meus 16 anos e se estende até os dias atuais. Foi paixão à primeira vista.

Me dei conta também do quanto eu ainda sou bobo, rsrs. E teimoso… e… deixa pra lá. Onde eu quero chegar é que eu admito que posso estar apaixonado. Sim, me dei conta que vai fazer 1 ano que bati os olhos em uma garota e desde então só tive olhos pra ela naquela faculdade. Ela despertou minha curiosidade de longe. Fiquei até março maquinando alguma forma de conseguir conhecê-la, e depois que consegui, levei mais uns meses para começar a puxar conversa, rsrs. E sempre tive vergonha de falar com ela. Mas muita vergonha mesmo! O porque eu não sei, mas é assim só com ela. Já conversei com amigas dela por mais tempo do que se somar todo o tempo de conversa que eu consegui ter com ela em 1 ano! Sempre argumentei que só tive curiosidade pela personalidade dela, mas acho que essa curiosidade está me enganando. Que curiosidade é essa que se sacia só de ver a pessoa? Quando que é normal ficar nervoso só porque conversou com alguém?

Sabe o que mais!? Adoro comprar camisas! (momento nada a ver)

Obrigado

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Pequeno resumo

Semana agitada essa hein…

Minhas aulas finalmente começaram, e toda aquela correria voltou. E eu até que gosto de ritmo. Acho que poderia ser melhor, claro… mas enquanto for suportável, eu não abro mão. Minha correria diária é a seguinte: acordar 6:00, sair 6:50, pegar o ônibus 7:05, começar a trabalhar às 8:00, terminar às 18:00, chego em casa 19:00, saio de casa +- 19:30, chego na facul 19:45, a aula acaba 22:30, chego em casa 23:00, vou dormir +- 00:15. Todo dia assim. Mas tudo isso vale a pena. Vale porque me ajuda a separar melhor minha vida profissional da pessoal. Ocupo a mente com coisas mais úteis, faço amizades, vejo outras perspectivas de carreira, e outras coisas do tipo.

Lá no trabalho as coisas mudaram um pouco. Sabe um dos chefes de uma panelinha que eu citei? (não importa). Então… um deles foi demitido. Justamente o que eu menos me conformava em ser chefe. Deus que me perdoe ter gostado disso, mas acho que foi uma das melhores coisas que aconteceu naquele lugar. O cara era “chefe” e não sabia usar excel! Me poupe. O que interessa é que com essa demissão, as coisas podem melhorar pra muita gente lá, inclusive pra mim (: Que os anjos digam “amém”.

Esses dias andei pensando sobre meu curso de engenharia que estava trancado, e fui procurar saber até quando pode ficar. Conclusão, só até agosto desse ano! Vou ter que transferi-lo de alguma forma, cursar e trancar novamente. Primeiro eu vou tentar só transferir e trancar novamente por mais um tempo. Mas se não der pra fazer isso, eu estou lascado. Agora, dependendo do meu salário até lá, e tudo correndo bem, eu faço tranquilo.

Quanto ao meu ultimo texto… eu tenho a minha decisão. Vou fazer como sempre fiz mesmo. Deixar a vida levar! \o/ rsrs Tive uma conversa recente, que me fez lembrar de umas coisas que já aconteceram comigo, e lembrar também o quanto a vida é incerta. Eu apoio o conceito de “você não vai saber se não tentar” e ao mesmo tempo entro em contradição a ele. Sim, eu não vou tentar nada. Só deixar acontecer, porque o que tiver que ser, será. Hoje ou amanhã, não importa.

Obrigado

50% pra dar certo

Você alguma vez já chegou na situação de saber que tem alguém legal pra você, e também sentir com toda a certeza que essa pessoa sente o mesmo ao seu respeito? Sim… saber que pode dar uma relação muito boa, que tudo pode dar certo, mas por algum empecílio vocês não estão juntos. Digo sentir mesmo, nada de palavras claras. Você simplesmente sabe que poderiam dar muito certo, e sabe que os amigos em comum também acham isso, mas por alguma razão besta, nada nunca foi dito, e fica nas entrelinhas. E sabe também que ambos possuem receio de esclarecer isso. Fica aí pensando em viver sua vida com a esperança de que um dia as coisas fiquem mais fáceis para os dois, e finalmente chegue o momento em que poderão esclarecer tudo, ficarem juntos e comentarão sobre ambos sentirem a mesma coisa no passado e vão compartilhar dos mesmos medos que possuiam. Mas ainda pensa que o melhor a fazer é deixar a vida levar. O que tiver que ser, será. E você pensa também, no medo de achar outra pessoa legal logo quando as coisas tornarem a ser mais fáceis. Não sabe o que fazer só de pensar em todas essas possibilidades.
Meu conselho?
Não permita que aquela coragem que surgir após ler isso, tome conta de sua consciência.
Pensou bem e achou melhor não falar nada mesmo… é assim que nós somos. Sim, pode comprometer muito a relação atual, eu sei. Também acha melhor esperar essa pessoa achar outro alguém, pra você se sentir melhor com você mesmo e não precisar dizer o que estava entalado. Isso pode lhe fazer mal, sabia?
E poxa vida, eu não ajudei em nada com esse texto não é? Confundi mais ainda? Paciência… você já está confusa(o) a tanto tempo mesmo ;)

Obrigado

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Sobre cumprir protocolo

Falo sobre cumprir protocolo devido a esse post: Cumprindo protocolo

Eu havia decidido tirar o alargador, e pra mim era uma decisão importante por conta do trabalho. Mas fiquei desde aquele dia até hoje sem usar, o furo diminuiu mas claro que não fechou. Ficou parecendo que eu uso brinco, e só tiro pra trabalhar ¬¬ 

Então ontem em um de meus momentos dos 5 minutos, em que eu decido dar uma geral nas minhas coisas, eu dei de cara com meu bom e velho parceiro alargador. Ele olhou pra mim, olhei pra ele, e bateu aquela vontade de usar novamente. E sim, eu decidi que quero usar de novo. E novamente eu me dou conta o quanto que eu mudo. Mas só estou certo disso porque eu esperimentei tirar e sei que o furo vai diminuir, para caso eu venha a decidir tirar novamente.

Finalmente minhas aulas começam amanhã, e aí meus dias voltaram a ter mais ritmo. Eu já estava cansado de não fazer nada muito interessante depois do trampo. Fora que é como se fosse uma terapia depois de um dia difícil de trabalho. Tem as aulas que me dão esperanças de um futuro brilhante, tem os colegas, as conversas engraçadas, novas amizades, etc.

Ultimamente tenho tido uns sonhos estranhos, que vão desde um simples pergaminho com dois nomes escritos, a uma pose pra foto com uma provável esposa e uma filha, com direito a traços de envelhecimento na nossa fisionomia.

 

vou lá.

Obrigado

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Postagem no ritmo do PC

Whazuuup!

Esse post ter um pouco de tudo ou quase nada. Tudo depende da música que estiver tocando enquanto eu escrevo.

Oh! Darling – Beatles

Tem um site chamado tumblr, que eu sempre passo pra dar uma olhada, tem imagens, textos, gifs, etc. E esse é o site que de vez em sempre quando eu passo um tempo nele, eu me sinto o cara mais sozinho desse mundo e algumas coisas ainda acabam com minhas esperanças (I’ll get you – Beatles). Vejo fotos de casais que aparentemente foram feitos um para outro com alguma frase que passa o sentimento daquela foto, e então eu fico pensando que estou perdendo tempo ou sou uma pessoa difícil. Claro que eu sou complicado, mas poxa, tem sei lá quantas milhões de mulheres nesse mundo, (7 stars – apples in the stereo), vejo um monte de garotas legais que já são minoria, mas aí eu acesso um site desses, cheio das garotas legais e o que eu vejo? Elas postando fotos de casais alheios com frases positivas e quando não é isso, me vem com frases com o quanto está difícil achar homem! Eu hein. Aí isso acaba com a minha esperança. (Undisclosed desires – Muse). Pelo menos eu tenho um “contrato” pra não passar dos 60 anos solteiro, kkkkkkkkkkkkkkkkk (piadinha interna). A coisa comigo é tão crítica, que uma amiga já me disse que eu estaria proibido de ver ela enquanto não começasse a namorar, rsrs. (Não vou me adaptar – Nando Reis). Por falar nisso, um amigo meu diz ter bons pressentimentos pra mim nesse aspecto. Diz que ainda até o final desse mês eu vou dar boas notícias pra ele, Oo.

Namoro pra mim é uma coisa tão boa. Estar apaixonado e tudo mais, falar com aquela pessoa todos os dias, bobeiras, etc. (Renegade – Paramore) E claro que tem um certo gasto, mas além de eu achar que passar por isso não tem preço, eu acredito que se depender de minha namorada, eu mal vou gastar, rsrs Acho que ela será mais ou menos como eu em termos de sair de casa e maneiras de se divertir.

Lá no trabalho tem um cara, de 19 anose que é casado desde os 16! (Raise your glass – p!nk) E ele me disse que buscava justamente aquela coisa de ter alguém pra conversar, sair junto, etc.

Por falar em futuros gastos e trabalho… eu já não me sinto mais tão confortável onde estou. As condições do meu trabalho são excelentes, agradeço demais a Deus, mas não me sinto bem naquele lugar. Está rolando umas coisas que eu cansei de fingir que não me importo. Nada que me prejudique, mas eu me preocupo com o ambiente de trabalho em geral. Está um clima de guerra lá, coisa de novela ¬¬ (Stuck in a Moment You Can't Get Out Of –U2)

O que me segura lá, são as esperanças que eu tenho de que melhore, e o meu salário certinho todo mês sem dor de cabeça com RH. O que impacta diretamente nos meus planos de ir para o Canadá em breve. Uma vez que tiver uma queda na minha renda, afetará diretamente no tempo para que eu consiga tudo. Estou até pensando em desistir da continuação do curso de engenharia logo ano que vem. Vou procurar saber quanto tempo mais posso segurar meu curso trancado. Mas independente de tudo, seja o que Deus quiser. (Beautiful girl – Paulo Ricardo)

E falando no Canadá, esses dias eu até sonhei com minha ida pra lá. No sonho eu desenrolava bem o inglês, e aconteceu muita coisa louca sem sentido. E quando acordei, eu ainda estava cansado e com MUITA fome… daquele jeito que parece que a barriga está oca. E isso me lembrou do que um colega de trabalho me disse sobre pessoas com certas capacidades (Time to pretend – MGMT), e que a alma pode viajar durante o sono, o que ocasionalmente resulta no cansaço mesmo após uma longa noite de sono. Fiquei intrigado.

No mais, acho que fico por aqui.

Obrigado

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Meus textos

Acabei de editar meu ultimo texto postado, o texto meu mesmo. Editei porque achei que parecia com um daqueles textos de escritores loucos que a gente tem que ler na escola e interpretá-los. Nunca gostei desse estilo, em que você não sabe ao certo se é o autor ou se é um personagem dele, e era o que meu texto estava parecendo. Tudo bem que só acrecentei um finalzinho pra deixar mais ou menos mais esclarecido o que se passava em minha cabeça. Agora se vire pra interpretá-lo, rsrs.

E deixar bem claro também, que a maioria de meus textos que PARECEM ser direcionados a alguma pessoa, nem sempre são. Acredito que seja mais estado de espírito do que realmente sentimentos própriamente ditos.

 

Obrigado