domingo, 19 de fevereiro de 2012

Pequeno resumo

Semana agitada essa hein…

Minhas aulas finalmente começaram, e toda aquela correria voltou. E eu até que gosto de ritmo. Acho que poderia ser melhor, claro… mas enquanto for suportável, eu não abro mão. Minha correria diária é a seguinte: acordar 6:00, sair 6:50, pegar o ônibus 7:05, começar a trabalhar às 8:00, terminar às 18:00, chego em casa 19:00, saio de casa +- 19:30, chego na facul 19:45, a aula acaba 22:30, chego em casa 23:00, vou dormir +- 00:15. Todo dia assim. Mas tudo isso vale a pena. Vale porque me ajuda a separar melhor minha vida profissional da pessoal. Ocupo a mente com coisas mais úteis, faço amizades, vejo outras perspectivas de carreira, e outras coisas do tipo.

Lá no trabalho as coisas mudaram um pouco. Sabe um dos chefes de uma panelinha que eu citei? (não importa). Então… um deles foi demitido. Justamente o que eu menos me conformava em ser chefe. Deus que me perdoe ter gostado disso, mas acho que foi uma das melhores coisas que aconteceu naquele lugar. O cara era “chefe” e não sabia usar excel! Me poupe. O que interessa é que com essa demissão, as coisas podem melhorar pra muita gente lá, inclusive pra mim (: Que os anjos digam “amém”.

Esses dias andei pensando sobre meu curso de engenharia que estava trancado, e fui procurar saber até quando pode ficar. Conclusão, só até agosto desse ano! Vou ter que transferi-lo de alguma forma, cursar e trancar novamente. Primeiro eu vou tentar só transferir e trancar novamente por mais um tempo. Mas se não der pra fazer isso, eu estou lascado. Agora, dependendo do meu salário até lá, e tudo correndo bem, eu faço tranquilo.

Quanto ao meu ultimo texto… eu tenho a minha decisão. Vou fazer como sempre fiz mesmo. Deixar a vida levar! \o/ rsrs Tive uma conversa recente, que me fez lembrar de umas coisas que já aconteceram comigo, e lembrar também o quanto a vida é incerta. Eu apoio o conceito de “você não vai saber se não tentar” e ao mesmo tempo entro em contradição a ele. Sim, eu não vou tentar nada. Só deixar acontecer, porque o que tiver que ser, será. Hoje ou amanhã, não importa.

Obrigado

Nenhum comentário:

Postar um comentário