sábado, 17 de março de 2012

O garotinho chorão e suas saudades

Há duas pessoas, que não fazem parte de minha família, mas sou imensamente grato por fazerem parte de minha vida.
Um é uma pessoa que eu conheci a 5 anos, logo na minha chegada a Aracaju. Foi líder de um grupo de jovens o qual eu participava, e teve muita influência em uma das fases mais importantes de minha vida. Me deu apoio em momentos difíceis e em sustentar meus sonhos. Sempre teve a palavra certa para o momento certo e para o que ainda estava por vir. E eu não tenho ideia de como eu retribui tudo o que fez por mim.
A outra pessoa esteve presente nos meus ultimos meses, em Aracaju também. Essa em especial, me ensinou a ver a vida de outra forma. Cada palavra sua e cada gesto refletem uma forma tão bonita de encarar as coisas… Marcou meu passado e surge em meu presente a todo momento, em mente, mas está ali como se ainda estivesse me mostrando o quanto o céu está bonito ou me fazendo rir ao lembrar o quanto é engraçado me tirar do sério.
E o que eu fiz por essas pessoas? Será que eu ao menos consegui retribuir o que fizeram por mim?
Você conhece alguém assim? Se sim, aproveite o máximo cada segundo da presença dessa pessoa. Agora.
Saudades
Muito Obrigado por tudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário