sábado, 16 de junho de 2012

Não é assim também né!?

Eu X Pessoas : Em Paulo Henrique e suas “paixões”
Eu ainda sou um cara tímido, que se “apaixona” fácil fácil. Eu falo isso brincando, mas é mais no sentido de “nossa, que menina linda!”. Tem mulheres bonitas e bonitas, as minhas bonitas são as que por algum motivo eu acho interessante. Sei lá o que é, simplesmente parecem ser interessantes.
O problema é que eu vejo, e claro que eu morro de vontade de conhecer, mas não tenho coragem de ir até elas. Sinto meu rosto ficar quente só de tentar tomar coragem pra fazer algo. Hoje foram vendedoras de loja. E os que me vêem nessa situação (pais, irmã, primos), ficam tentando me motivar a tomar alguma atitude dizendo coisas do tipo: “Vai lá, pergunta o nome dela” , “Chama ela pra sair”“Fala pra ela que você achou interessante” , “você é bonito, vai conseguir” … e… não. Pra mim não dá! Ç_Ç Não é fácil assim! Só chegar e PÁ! As ideias são bem simples, eu sei, não tem problema algum em falar essas coisas, o “não” eu já tenho, e tudo mais. Mas é que EU não consigo me ver fazendo isso. Pra mim parece ser tão superficial e tão forçado. Que eu consiga alguma coisa, digamos um “sim, podemos sair, onde a gente pode ir?” e aí? (Eu ia fazer uns comentários revoltados aqui, mas escrevendo a situação realmente está parecendo ser simples, rsrs).
É que eu gosto mesmo é do acaso. Conhecer sem querer, me identificar, curtir aquele climinha que fica no ar, e caso tudo ande bem, finalmente começar a gostar.
Já diz o velho ditado “Antes só, do que mal acompanhado” (Eu digo velho ditado, mas na verdade nem sei se é ditado mesmo ou é só um filme chamado assim). Well… falei o que queria.
Ósculos e Amplexos

2 comentários:

  1. Pelo menos você se acha bonito. Já ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha, falha minha de não ter escrito corretamente. Mas já corrigi :)

      Excluir