quinta-feira, 21 de junho de 2012

Trabalho, terceiros, aprender outro idioma e pensando em igrejas.

Essa semana é a semana do “quero sair desse trampo”. Estou naqueles dias em que eu juro por tudo que eu vou pedir as contas no trabalho. Mas não é nada grave, a ponto de eu ficar “P” da vida todo dia. É só que eu perdi a fé naquele lugar mesmo, desanimei de vez. Antes eu tinha dó de ser um lugar tão bagunçado, onde todo mundo temia a uma única pessoa, e ninguém tentava mudar. Por mais que eu me irritasse, eu não pedia pra sair por profissionalismo. Eu com 3 meses de carteira fui promovido para um cargo focado basicamente em colocar ordem no lugar (um estoque), e enquanto eu não tivesse feito o meu trabalho eu não iria sair dali. Com o tempo (quase um ano), eu consegui preparar uma equipe de ajudantes, e conscientizar muitos outros sobre a seriedade daquele trabalho, e finalmente pude me sentir tranquilo nas ocasiões que eu não pudesse estar presente e saber que tudo estava sobre controle.

Nessas de pensar no fato de procurar algo melhor pra mim com perspectiva de crescimento, eu lembrei que existe a questão do terceirizado. Atualmente eu sou de uma empresa terceirizada, e muitas pessoas acham que eu devo detestar isso. E pelo contrário… eu não tenho nada contra. Os meus únicos amigos de verdade até agora, são os da empresa que contratou a minha. E fora esses que são meus amigos, todos os demais que eu tenho contato também são pessoas excelentes comigo. Às vezes o problema do funcionário que é terceiro, é ele mesmo. Ele é o primeiro preconceituoso da história. Já olha feio para os outros, imaginando que estão querendo ficar longe dele. Mas claro que pra existir isso, existe sim as pessoas que tem preconceito com terceiros. Não gostam que frequentem os mesmo ambientes, não gostam de sentar do lado, e nem se quer dão “bom dia”. Infelizmente só passei por isso com as mulheres da outra empresa. Não sei por qual razão algumas tratam dessa forma. E se tem uma coisa que eu gosto de ver acontecer com esse tipo de gente, é quando as encontro nos mesmos lugares da cidade. Aquela cara sem graça é demais pra mim! kkkkkkkkkkktumblr_m5s6eqpUmo1rwsyiqo1_500

Aí no outro dia, me encontram pela empresa e ficam tumblr_m4w05kFVuT1qcoa6s

 

(Não consegui evitar o uso dos gif’s, kkkkkkkk)

 

------------------------------//-----------------------------

Mudando de assunto…

Esses dias deu os 5 minutos em mim, e eu decidi querer aprender outra língua além do inglês. Meu inglês não é lá aquelas coisas, mas eu consigo entender 60%. Então depois de pensar bem, eu decidi que quero aprender coreano. Pois é… a minha irmã já aprendeu um pouco por conta própria aqui em casa, e como o inglês que eu tenho eu consegui assim também, eu acredito que posso aprender um pouco de coreano também :)

------------------------------//-----------------------------

E igreja! Estou pensando em voltar a frequentar uma igreja de vez em quando. Talvez demore para achar alguma, ou talvez não. E também não estou muito a fim de explicar os meus prós e contras agora.

 

Ósculos e Amplexos

Nenhum comentário:

Postar um comentário