domingo, 12 de agosto de 2012

Semana, não julgue um livro pela capa e 4566 músicas

Ontem finalmente assisti o filme do Batman! E nossa, estou sem palavras! É o melhor filme do ano! 2 horas e 45 minutos de filme. Você se surpreende do inicio ao fim.

Me peguei refletindo sobre a tal situação de julgar uma pessoa pela aparência. E quem é essa pessoa!? Quem? Quem? Claro que é este que vos escreve! (No caso, eu que passo por isso) Pois é, acho que já comentei por aqui, mas não foi nada focado. Ahh sim! Falei sim, o exemplo lá do trabalho mesmo. Lá tem muita gente que julga os outros pelo modo que se veste. O meu setor, é um setor que é um pouco rigoroso no quesito de padronização, e nessas temos que usar uniforme da empresa(Feio, mas não tenho nada contra em usar). Não é atoa que me admiro quando alguém é legal ou simpático comigo quando estou assim. E pra dizer que eu tenho base de comparação… teve um evento de final de ano lá, e fomos todos para uma chácara alugada em um sábado. E adivinha quem queria se aproximar? Pois é…

Teve uma vez também, em uma loja de informática que eu adorava passar todo dia dar uma olhada no que tinha de novo. Ela ficava no mesmo shopping que minha faculdade, então eu ia lá do mesmo jeito que eu estava depois da aula. E um dia trocaram de funcionária até que bonita, mas quando eu fui bisbilhotar a vitrine pra fazer um orçamento rápido, ela se aproximou com um ar esnobe, e só perguntou “Por acaso você está vendo pra comprar?” E eu disse que ainda não… ela não disse nada, voltou pro balcão e ficou lá. Fiquei só um pouquinho bravo, imagine! Fui lá de noite com meus pais, fomos extremamente bem atendidos por uma outra vendedora, fizemos o orçamento com ela, fechamos o negócio e fomos pegar de manhã no sábado. Fui arrumado como me arrumo normalmente pra sair, e a vendedora nojenta estava lá. Quando ela me viu entrando, veio que veio sedenta perguntar o que eu desejava. Quando dissemos estávamos lá pra comprar, eu tive o prazer de ver ela toda feliz dando pulinho e batendo palminhas, e no mesmo instante a gerente acabando com tudo dizendo: “Ihh, abaixa a bola aí, que a venda é da fulana que atendeu eles ontem de noite” kkkkkkkkkkkkkk. Aiai, crueldade, mas acho que serviu de lição pra ela.

Gosto também de me informar muito sobre o que quero comprar (eletrônicos de preferência), e já “quebrei as pernas” de muito vendedor quando tentam me enganar ao exaltar algumas características do produto.

E essa semana!? Essa semana tem feriado! \o/ Mas eu vou trabalhar na quarta e folgar na sexta. Eu e meus amigos (os de sempre) já estamos com os planos ^^  e sábado que vem, talvez eu consiga ir para a bienal do livro :D

Nesses últimos finais de semana, eu me dediquei à lista de música que minha mãe quer na festa de aniversário. Escutei quase todas as minhas músicas do computador, que são exatamente 4566 músicas! E foi um pouco difícil, pois tive que pensar no que atenderia o gosto musical de todas as pessoas. São poucas pessoas, mas a maioria eu não conheço direito, só o de alguns parentes, e meus poucos convidados. MÃÃSSSS, claro que não vai ter mané funk, pagode, samba, axé, forró nem qualquer outro derivado desses gêneros. Fechei o ipod com 188 músicas (: que deram 12 horas e 13 minutos de música. Acho que está bom né?

 

Ósculos e amplexos (:

Um comentário:

  1. Realmente falar do cavaleiro das Trevas é complicado. Não vou dizer que é o melhor filme do ano, pois ainda temos a trilogia do Hobbit, mas confesso que chorei em algumas cenas.

    ResponderExcluir