sábado, 25 de maio de 2013

Simple Song–The Shins

Só pra matar a vontade de postar algo aqui ^^

Ouvi essa música no ultimo episódio da penúltima temporada de How I met your mother, uma das minhas séries favoritas.

Acho que se encaixa no gênero Índie. E nunca tinha escutado alguma outra música do grupo. Vou dar uma pesquisada.

Apreciem (:

segunda-feira, 20 de maio de 2013

domingo, 19 de maio de 2013

Minha comunicação, dando conselhos, e não me vejo casando.

Continuando…

Nos ultimos dias, confesso que não fui muito comunicativo. Sinto muito em não ter conseguido evitar isso, mas acho que é uma coisa independente de nós, que nosso cérebro nos diz: “Estarei desligando algumas funções, pra você tomar um tempo e se dedicar mais a esse assunto.”
Pensei em até mesmo me desligar do facebook, sumir do mapa digital, e do mundo também. O que me fez lembrar que certa vez, no 2º ano, anunciei para algumas pessoas que faria isso, e uma amiga me disse: “PH, você já é um maldito coisa rara que nós mulheres achamos que não existe, e ainda faz uma coisa dessas?!” rsrs. Uns anos depois, eu fiz isso de fato. Porém, como eu estava dizendo, lembrei do que ela falou, e não vou fazer como fiz da ultima vez. Apenas vou limitar um pouco mais meu contato com a rede social.
Só acho que já fui mais maduro um dia, e sinto falta disso. O conteúdo da internet tem limitado muito o meu conteúdo particular. Quero pegar esse meu tempo livre, e investir mais em mim e em amizades. Me entende?

---------------------------------//---------------------------------

Ontem, fui a São Paulo em um aniversário, o qual um primo muito querido estava lá também. A um tempo ele queria conversar comigo pessoalmente, e lá tivemos essa oportunidade. Me impressionou o assunto, para um cara como ele. Acontece que ele sempre foi da “curtição”, vida louca, etc… e agora, ele quer sossegar. Me procurou pra pedir conselhos, pois admira meu ritmo na idade que estou, sem me importar tanto. Disse que sente falta daquela velha coisa de conhecer a mulher, conversar, gostar dela, sentir aquele frio na barriga, ter dificuldade em falar alguma coisa significativa, etc. Então eu disse a ele a minha linha de raciocínio quanto a esse tipo de coisa.

Você quer saber o que é gostar de verdade de uma mulher? Pare de selecionar com quem terá contato. Sabe aquela “esquisita” que te adiciona no facebook? Aceite ela, e comece a conversar. Conheça ela! É uma coisa que muita gente já ouviu falar, mas dificilmente procura… a beleza interior. Se apenas o papo for bom, mas não rolar um sentimento, fica tranquilo. Amizade nunca é demais. Mas no momento que você se der conta que está gostando de uma “esquisita”, “feia”, ou qualquer uma que não passaria no seu conceito de beleza física, você chegou onde queria. Aprendeu a gostar de uma mulher, por quem ela é, e não por como ela é. E a melhor de todas, por incrível que pareça, será aquela que irá te cegar para todas as outras. Isso acontece! Experiência própria. A gente, enquanto sem compromisso, conversa com uma mulher ou outra, que desperta o interesse, e a gente já cria um lugar de dedicação pra ela, pra ver até onde vai. E quando encontramos essa que nos cega, você vai notar que não vê mais as outras mulheres como via antes. Bem capaz ainda, soltar um “sai fora” para uma atirada, kkkkkkkkkk. Te juro.
Seus amigos vão te estranhar, vão te encher o saco chamando de “viado”, “gay” e tudo mais, só que nesse estado, a gente está tão satisfeito com a vida, que pouco importa o que o mundo pensa. As pessoas que participam de sua rotina vão notar isso. Tudo em nós melhora. Pare de perder tempo com mulher superficial, e acho que nem preciso lhe dizer como identificar uma.

Claro que podemos ter a sorte de sentir isso por uma que se encaixe no nosso gosto, mas pode ser nós mentido para nós mesmo! Você viu as fotos “dela” e sabe que é linda! Qualquer bobo vai querer se enganar e dizer que realmente está gostando dela. Então, se realmente quer sentir isso, tenha cuidado.

Espero ter ajudado ele, e mais alguém que por ventura venha a cair nesse post.

---------------------------------//---------------------------------

Falando em “achar alguém”, ontem fui ao ensaio de casamento dos meus amigos, que serei padrinho! \o/  (kkkkk, ainda não sei o porque isso é tão legal). Ele com 25 anos, e ela com 20! Novos não!? Olhando pra aquela cena, daquela menina tão nova agitada pra lá e pra cá tentando arrumar o ensaio, e aquele meu amigo lá, sorridente, realizado, e muito corajoso kkkkkkkkk.

Não consigo me ver casando. Sério. Não sei o que é, mas acho que me preocupo demais com a responsabilidade. Acho bonito essa coisa de tomar uma decisão dessas, contruir uma família, mas tão cedo? Se eu fosse bem financeiramente, era outra história, claro. Quero ter certeza de que eu possa oferecer qualidade de vida pra minha família. No caso deles, ambos trabalham, mas já ganharam carro, casa e mobília dos parentes. Não tem muito o que fazer… só casar, se mudar e tocar a vida. Graças a Deus isso deu certo pra eles. 
Mas e quanto a mim? Acho que se Deus quiser que seja mais cedo do que eu espero, bem… acho que eu vou saber, e Ele vai me dar bons motivos. E é no plano Dele que eu devo confiar.
Mas até então, não vejo sentido. Parece ser algo tão sem valor hoje em dia. Em outras palavras é só a “permissão” para poder transar, no caso de quem leva isso a sério. Aí faz, tchutchutchu tchatchatcha, separam, e aí?
Por enquanto eu não vejo razão pra levar isso a sério.

Pois bem… vou continuar na minha vidinha mesmo, seguindo em frente, postura reta, e olhos no horizonte. Na hora que eu tropeçar, eu vejo no que foi que tropecei. XD

 

Obrigadão pela atenção

ósculos e amlexos

Indo até o passado. Quatro anos de blog, 2 anos de trabalho, especial dia das mães, e mais coisas pra escrever no próximo post.

19 de Maio de 2013!!! Mais de dois anos que eu trabalho, formado, e com ótimas perspectivas de crescimento profissional, fruto de minha recente formação! :D
Quem diria hein… a vida realmente é muito louca. Tiro isso pelas coisas que escrevo no blog. Pois já são 4 anos de blog! QUATRO ANOS! Nossa… me lembro do primeiro dia que eu comecei com essa ideia. Eu não escrevia com tanta frequência, pois não sabia bem o que seria dele. E muito menos fazia ideia de que iria durar tanto. O propósito mesmo, não é ficar divulgando e querer ser reconhecido. E refletindo agora, me dei conta que não tenho uma definição para a utilidade dele. É um pouco particular e não é ao mesmo tempo. Pessoas queridas tomaram conhecimento dele, acompanharam ou ainda acompanham, me motivaram a continuar a escrever, anônimos deixaram suas marcas de “Hey, eu leio seu blog”, e tenho visitas de outras partes do mundo. Tenho até mesmo um leitor muito fiel que mora na Rússia! Como pode? kkkkkkkkkk ou ele(a) sabe português, ou o google tradutor daqui traduz muito bem para o russo, rsrs. Seja lá quem for, obrigado pelas visitas ^^

Fui até um post que escrevi um pouco antes de me mudar para Jundiai, chamado “vida imprevisível”. E refletindo com meus botões, pensei: “Se hoje eu voltasse no passado, o que eu diria para eu mesmo?”

“Por favor! Fique como está! Não se assuste! rsrs. Acabei de ler o que você vai escrever. E meu amigo… Você realmente não vai se mudar nem tão cedo. Você vai arranjar um trabalho muito bom, e vai pensar diversas vezes em “pedir pra sair” por causa da correria trabalho-faculdade. Mas não desista! Pois é por isso que poucos conseguem. Você vai concluir sua faculdade e será recompensado, vai por mim. Você só vai se mudar, se alguém lhe der um emprego no Canadá! Beleza? E eu sou fruto de sua imaginação enquanto pensa no que escrever aí.”

PUFF, e eu simplesmente sumo.
                                               EU

---------------------------------//---------------------------------

Bom… dia das mães, fomos eu e meu pai para Itapeva, passar com a minha vó. Não achei que seria lá aquelas coisas, porque no sábado teve o batizado de uma priminha, e com certeza todos os parentes iriam para uma chácara comemorar, a qual fica isolada da cidade e sempre nos faz ficar por lá mesmo. Mas não… Como a noite é uma criança, conseguimos sair pra descontrair um pouco (:

Fomos ao PUB, que eu particularmente adoro aquele lugar

image
http://www.thesquarepub.com.br/

00:00 enceram-se os pedidos. Tradição.

Depois uns amigos chamaram para outro bar. Fomos lá, conversamos pra caramba, fechou o bar, e… fomos para OUTRO bar, kkkkkkkk. Esse terceiro bar por sinal, possui algo nele que proporciona conversas muito produtivas entre eu e meu primo. Nada de bebida… só conversa mesmo. Interessante.
Depois fomos para OUTRO BAR (o ultimo, finalmente).

Que não é bem “bar”… é baladinha. Entramos lá, encontrei com algumas pessoas que eu conhecia, me deu sono, calor, e aquele sertanejo pesado, me fizeram procurar ar fresco. Fiquei lá em uma espécie de deck, sentando em um banquinho, e conversando com um primo.

O pessoal acha um absurdo eu fugir da “festa”, mas na verdade, pra mim eu não fujo. Eu paguei pra entrar e pra ter um ambiente agradável. Pra mim, lá fora, no ar frio e fresco, era meu ambiente agradável. Enfim… amigos vinham conversar. Consolei ex-namorada de primo chorona, kkkkkkkkkk. Uma prima, que nessa noite mudou meus conceitos sobre ela, veio também chorar tomando minhas dores tadinha…. coitada, ela sempre disfarçou muito bem os problemas dela, e nessa noite, me vendo na mesma situação, não se aguentou, e chorou por nós dois. O interessante é que ela simplesmente percebeu o que havia acontecido comigo. Tadinha… darei mais atenção a ela nas próximas vezes.

Acabou a noite, dei muita risada, conversei bastante… enfim. Domingão, dia das mães, chácara de novo, muito tiro de chumbinho em laranjas distantes (podres), família, etc… De volta pra casa.

---------------------------------//---------------------------------

 

CONTINUA…

Música antiga e boa

Na verdade ela é do Elvis, mas o grupo Pet Shop Boys gravou uma vesão mais animada.

Meu pai possui o cd desse grupo desde que eu me conheço por gente, então lembro de escutar ela quando eu tinha mais ou menos 6 ou 7 anos. Mas ontem escutei ela na radio, e como meu inglês está um pouco mais aguçado, pude apreciar melhor a letra.

Recomendo escutar alto ^^

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Agora, a vez daquele que está feliz ^^

Dia 24 de Abril, foi o dia do desespero. Haha, mas calma. Nesse dia, abriu as vendas para a pré-venda de ingressos do show do Paramore, somente para membros do fã club.

O grande “perrengue”, foi que eu soube que já estava liberado enquanto eu estava trabalhando! Fora que eu tinha combinado com um primo, e ele estava um pouco desatualizado. A gente queria a área premium, e é obviamente a mais concorrida. Se eu comprasse a tempo e ele não, ia ficar um clima super sem graça. Não ficaríamos juntos no show, ou quem conseguisse comprar iria abrir mão do ingresso privilegiado. COMPREI O MEU. Corre Eduardo! Compra logo! E ele não conseguia ter acesso ao código promocional dele, depois não tinha dinheiro para aquele valor, depois não tinha cartão de crédito, e depois de muitas ideias, conseguimos fazer com que ele comprasse o dele! \o/ \o/

A gente não para de falar nisso. Todo dia temos algo pra falar. Seja alguma observação de música, ou alguma parte da nossa correria no dia do show.

BUD ZONE – lá onde o suor da banda vai cair kkkkkkkk

----------------------------------------------------------------------------------

Estou sentindo que estou voltando a um estado, digamos, menos instável. Pois é… eu estava cheio de ações dos 5 minutos. Acho que deixei a poeira abaixar, e vejo que sinto um pouco de falta daquele ritmo que já estive um dia. É uma coisa pessoal sabe… acho que ninguém que me conheça notaria o tipo de mudança que estou falando. Enfim… só pra registrar mesmo XD

 

Volto a dizer que preciso urgente terminar de ler aquela “prisão de papel” que me comprometi a ler. A fila está grande! :D

Músicas! Músicas músicas… alguém me indica? Índie de preferência. Pois se tem uma coisa muito boa que tenho feito ultimamente, é dirigir ouvindo música :D
Essa ritmo de fazer inglês, e sair com amigos (na verdade não são tantas pessoas, kkkkkkk) tem feito eu praticar bastante a direção. Estou muito feliz comigo mesmo! Até passei por alguns desafios/puzzles da vida real XD

Assistam! Beginners: toda forma de amor. Intocáveis. Django livre. E pra quem gosta dedesenhos, e principalmente jogos, DETONA RALPH.

 

O meu “momento empresa” dessa vez é: Maldita Philips.
Nada contra a marca, até gosto muito dela e tenho boas experiências. Mas acontece que a partição de televisores dela, virou cliente da empresa que eu trabalho. E a instalação dela está provocando muita bagunça! Quase fiquei louco esses dias! Tendo que me dividir em 3 pra resolver os problemas de todo mundo, pra no final das contas eu dizer que não havia disponível aquele produto que venderam, a não ser na área de avarias (onde tem que trocar a embalagem). E depois, soube que foi CAGADA deles, de não terem atualizado as informações sobre a quantidade de produtos com avaria no sistema deles. E olha que o produto era televisão de 47” !

 

Lembra que eu disse que andei com o Wand (meu waveboard/ripstick) em Itapeva, destruiu as rodinhas e tudo mais? Então… comprei outras, blablabla, fui andar no parque da cidade… pfff, lá se foi a rodinha nova! D: Durou um passeio só. Aí que me recordei que comprei ela pra poder andar em asfalto, que era o piso da praça em Itapeva. Mas no parque da cidade, é outro piso mais destruidor ainda :/ Pelo menos paguei baratinho nelas. Agora, já entrei em contato com um pessoal que conhece essas coisas, e me indicaram uma única loja em São Paulo, pra comprar a rodinha mais resistente deles. Capaz eu sair gastando mais do que eu paguei no próprio Wand  :S 

 

Eu estava todo empolgado pra escrever alguns devaneios, mas não me lembro de nada direito :/ sabe como é? Vou ter que voltar a andar com um caderninho na mochila pra anotar essas coisas.

 

Acho que em breve vou ter que trocar meu PC e meu celular Ç_Ç
O PC já não aguenta mais atualizações, e meu celular não dá mais conta do recado, kkkkkkkk, literalmente. Então, tenho pensado muito em aproveitar isso pra fazer maior proveito da minha mesa, e investir em um All-in-one. O legal mesmo seria um Imac, claro. Mas além do software fechado, tem também o preço dele, que é bem salgadinho em comparação às demais marcas. Alguma outra sugestão? Tem um dell também… E quanto ao celular, estou só esperando o lançamento do NOKIA Lumia 720. É um ótimo custo benefício! Pesquisa lá. Ele funciona com Windows phone 8, mas acho que é isso mesmo que eu quero. Android trava muito! E eu odeio essas coisas falhas. Precisa ser perfeito! E a opção perfeita, seria o Iphone, mas já tenho o Ipod que faz todas as coisas que ele faz já, menos ligação telefônica, óbvio. E porque o Iphone é O cara dos celulares? Simplesmente porque a Apple faz a arquitetura de programação do SO especialmente para o hardware deles. Diferentemente dos outros sistemas operacionais, que são feitos para servirem em diversos aparelhos. Explicado?

 

Tenho pensado também na minha futura segunda graduação, ou em uma pós. Ainda estou em uma tremenda dúvida :/ Pós, quero tentar na USP ou na UNICAMP. Ou, faço cursinho de pré-vestibular sem muito compromisso, pra não ficar parado sabe?e Obviamente, tentar vestibular no final do ano. Acredito que estudando sem toda aquela pressão de “minha vida depende disso”, eu consiga um desempenho melhor do que eu teria em época de escola. E nem quero continuar a falar nisso, porque me irrito ao lembrar tudo o que me atrapalhou nessa conquista.

 

Preciso partir pra violência no GTA a qualquer instante pra aliviar. Que por falar nisso, o GTA V será O jogo! Estou muito ansioso!

 

Chega, acabou, até mais.

Obrigado ^^

ósculos e amplexos

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Ao som de Florence + The machine, vinte e poucos dias sem escrever de fato, aqui estou eu. Com a alma cheia de poeira, e o sr. psicológico debilitado, aos cuidados de Deus.

Mas esse recinto, não merece que eu encrave as palavras duras de sentimentos frios. Ficaria eternizado aqui ao lado de meus bons momentos. Acabando com a escência de felicidade cedida por estes, provenientes de minhas vitórias particulares.

Episódio repetido. A diferença é que dessa vez não há “anjos” físicos com que eu possa contar. Talvez até haja, e eu ainda não percebi. Eu diria que estão comigo diariamente até o momento em que cada um vai para a sua casa.

Veterano nesse campo de batalha, infelizmente o encaro novamente. Lembranças trazem o meu eu de um passado não muito distante, e me orgulho dele. Se não fosse aquele meu compromisso de valor mensurável no final de cada mês, eu voltaria àquele “eu” por completo.

Saudades de um tempo que não volta mais. Saudades de um valor que se perdeu no tempo a muitos anos.