domingo, 19 de maio de 2013

Indo até o passado. Quatro anos de blog, 2 anos de trabalho, especial dia das mães, e mais coisas pra escrever no próximo post.

19 de Maio de 2013!!! Mais de dois anos que eu trabalho, formado, e com ótimas perspectivas de crescimento profissional, fruto de minha recente formação! :D
Quem diria hein… a vida realmente é muito louca. Tiro isso pelas coisas que escrevo no blog. Pois já são 4 anos de blog! QUATRO ANOS! Nossa… me lembro do primeiro dia que eu comecei com essa ideia. Eu não escrevia com tanta frequência, pois não sabia bem o que seria dele. E muito menos fazia ideia de que iria durar tanto. O propósito mesmo, não é ficar divulgando e querer ser reconhecido. E refletindo agora, me dei conta que não tenho uma definição para a utilidade dele. É um pouco particular e não é ao mesmo tempo. Pessoas queridas tomaram conhecimento dele, acompanharam ou ainda acompanham, me motivaram a continuar a escrever, anônimos deixaram suas marcas de “Hey, eu leio seu blog”, e tenho visitas de outras partes do mundo. Tenho até mesmo um leitor muito fiel que mora na Rússia! Como pode? kkkkkkkkkk ou ele(a) sabe português, ou o google tradutor daqui traduz muito bem para o russo, rsrs. Seja lá quem for, obrigado pelas visitas ^^

Fui até um post que escrevi um pouco antes de me mudar para Jundiai, chamado “vida imprevisível”. E refletindo com meus botões, pensei: “Se hoje eu voltasse no passado, o que eu diria para eu mesmo?”

“Por favor! Fique como está! Não se assuste! rsrs. Acabei de ler o que você vai escrever. E meu amigo… Você realmente não vai se mudar nem tão cedo. Você vai arranjar um trabalho muito bom, e vai pensar diversas vezes em “pedir pra sair” por causa da correria trabalho-faculdade. Mas não desista! Pois é por isso que poucos conseguem. Você vai concluir sua faculdade e será recompensado, vai por mim. Você só vai se mudar, se alguém lhe der um emprego no Canadá! Beleza? E eu sou fruto de sua imaginação enquanto pensa no que escrever aí.”

PUFF, e eu simplesmente sumo.
                                               EU

---------------------------------//---------------------------------

Bom… dia das mães, fomos eu e meu pai para Itapeva, passar com a minha vó. Não achei que seria lá aquelas coisas, porque no sábado teve o batizado de uma priminha, e com certeza todos os parentes iriam para uma chácara comemorar, a qual fica isolada da cidade e sempre nos faz ficar por lá mesmo. Mas não… Como a noite é uma criança, conseguimos sair pra descontrair um pouco (:

Fomos ao PUB, que eu particularmente adoro aquele lugar

image
http://www.thesquarepub.com.br/

00:00 enceram-se os pedidos. Tradição.

Depois uns amigos chamaram para outro bar. Fomos lá, conversamos pra caramba, fechou o bar, e… fomos para OUTRO bar, kkkkkkkk. Esse terceiro bar por sinal, possui algo nele que proporciona conversas muito produtivas entre eu e meu primo. Nada de bebida… só conversa mesmo. Interessante.
Depois fomos para OUTRO BAR (o ultimo, finalmente).

Que não é bem “bar”… é baladinha. Entramos lá, encontrei com algumas pessoas que eu conhecia, me deu sono, calor, e aquele sertanejo pesado, me fizeram procurar ar fresco. Fiquei lá em uma espécie de deck, sentando em um banquinho, e conversando com um primo.

O pessoal acha um absurdo eu fugir da “festa”, mas na verdade, pra mim eu não fujo. Eu paguei pra entrar e pra ter um ambiente agradável. Pra mim, lá fora, no ar frio e fresco, era meu ambiente agradável. Enfim… amigos vinham conversar. Consolei ex-namorada de primo chorona, kkkkkkkkkk. Uma prima, que nessa noite mudou meus conceitos sobre ela, veio também chorar tomando minhas dores tadinha…. coitada, ela sempre disfarçou muito bem os problemas dela, e nessa noite, me vendo na mesma situação, não se aguentou, e chorou por nós dois. O interessante é que ela simplesmente percebeu o que havia acontecido comigo. Tadinha… darei mais atenção a ela nas próximas vezes.

Acabou a noite, dei muita risada, conversei bastante… enfim. Domingão, dia das mães, chácara de novo, muito tiro de chumbinho em laranjas distantes (podres), família, etc… De volta pra casa.

---------------------------------//---------------------------------

 

CONTINUA…

Nenhum comentário:

Postar um comentário