segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Sonhei


Lembro apenas de uma sala, com algum lugar macio para ficar, lençóis espalhados, e uma cortina deixando a luz de um entardecer entrar levemente por brechas oriundas de uma possível agitação causada pelo vento.
Eu estava encostado, e na altura de minha cabeça, estava ela, deitada em alguma base que havia acima do meu encosto, de forma que nossos olhos pudessem se encontrar enquanto eu estava sentado e ela deitada. Seus olhos estavam como os vi da ultima vez, castanhos e irrigados por uma emoção silenciosa. Senti que eu poderia ficar ali o dia inteiro apenas mantendo aquela comunicação que apenas os olhos entendem. Também dava para sentir seu cheiro. Então rompi o silêncio ao proclamar que aquele, também era o meu lugar preferido.
Sem desviar os olhos, levemente ela foi se levantando, com lágrimas de felicidade e sussurrando palavras de agradecimento, finalizando com um suave “amém”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário