sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Uma semana rara

Estou desde sábado em Itapeva! Vim com meu pai, e fiquei direto já para o casamento da minha mãe.
Foi bom, pois não sei quando terei uma semana inteira livre novamente para visitar Itapeva. Já encontrei com meus primos, tivemos tardes como aquelas de antigamente onde ficamos na sala a tarde inteira assistindo série, e a tia fazendo mimos pra nós XD Fui no sítio do tio conhecer meu novo priminho, e carreguei ele! Meio sem jeito, mas ele nunca me viu e quis meu colo, como eu ia resistir? kkkkkkkkk
Fui no PUB, fui na nova cafeteria da cidade chamada "café café", e tive aquele momento de tiozinho aposentado na frente da padaria, na mesinha da calçada jogando conversa fora. Itapeva é uma cidade de interior bem gostosa... queria poder trazer todos os meus amigos pra conhecer ela um dia.

Enfim... Trouxe um livro achando que eu iria acabar com ele, e no fim nem toquei nele de tanta coisa que fiz.

Acho que resumi bem.


Obrigado

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Coisas boas

Algo que gosto de fazer em minha vida, está acontecendo muito intensamente agora. Mudanças. Aquela velha questão do texto “mude” . É sempre bom mudar as coisas. E eu imaginava que isso aconteceria depois do intercâmbio, mas não tanto. Esse dias até pensei em mudar o nome do blog, mas não estou conseguindo me lembrar agora :S Imagino que seja meio estranho mudar o nome desse blog, que já faz parte da minha vida a 5 anos. Eu me apeguei a ele. Mas o nome que eu havia pensado, ainda manterá a alma dele. Me pergunto porquê não anotei em nenhum lugar esse nome novo… Quero mudar, pois eu estava morando no nordeste quando eu o criei. Lá eu era um paulista com histórias pra registrar. Porém, não faz mais sentido já que voltei a morar no estado de São Paulo, e sou apenas mais um.
O nome novo, era algo como “memórias de uma vida” algo assim. “Estilhaços de memórias”… Não lembro, mas estou afim de mudar. Quanto ao layout, ainda não enjoei desse atual.

Eu levei um tempo pra escrever aqui, porque eu fiquei sem o computador. Cheguei sexta à noite em casa (madrugada de sábado), a qual eu pedi Ela em namoro, e eu não queria saber de barulho para dormir. O computador estava ficando 24h ligado, para não correr o risco dele não ligar novamente caso eu o desligasse. Mas naquela noite, eu me desculpei dele e o desliguei. Tudo para curtir o meu momento de silêncio absoluto e os meus pensamentos. Porém como previsto, não ligou no outro dia. Tentei de tudo, e nada adiantou. Na segunda levei ele pro técnico, e resgatei ele hoje. O problema dele? Velhice :(
Pois é, o técnico falou que ele não tinha nada de errado, mas que  essas frescurinhas dele só ligar quando quer, é sinal de componentes chegando ao final da vida útil. Ele se impressionou quando eu contei que já tinha 5 anos, rs. E depois de saber dessa, ele falou que era muito provável mesmo serem as peças chegando ao fim da vida. E já venho pensando no próximo computador. Novamente, quero que dure 5 anos sem upgrade. O segredo pra mim, é placa mãe da MSI, que usei 2 modelos em 10 anos. E claro, o restante dos componentes de marcas boas também.

E semana que vem…… MINHA MÃE VAI CASAR!

Foi assim mesmo que eu disse para uma amiga, assim que minha mãe anunciou. Eu estava em Calgary dentro do ônibus e li a mensagem dela. No início eu não tive reação. Então, um tempo depois, corri dizer pra uma amiga que estava lá… foi a minha primeira reação. Um tempo depois, respirei fundo, estava feliz pela minha mãe, mas ainda tentando entender a situação. Ela queria minha opinião, e conversamos sobre isso. Final das contas, eu aceitei a ideia, e agora dia 27 será o casamento em Itapeva. Irei pra lá dia 20 e ficar a semana toda.
Não queria, mas prometi à minha mãe que eu faria isso antes mesmo de eu voltar para o Brasil.

Enfim, acho que só.
Não estou conseguindo lembrar de mais nada pra colocar aqui.

Só mais uma coisa….

Sabe quando as pessoas dizem que se apaixonam mais por alguém a cada dia que passa? Então, parece coisinha que falam só pra ficar bonito né? Mas não, agora eu sei que isso acontece de verdade!

 

Obrigado

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Vida pós volta

Parece que faz muito mais tempo que voltei para o Brasil. E na verdade não faz nem um mês. Estou tendo os mesmos sintomas que eu tive no corpo quando passei meu primeiro mês no Canadá. A variação de altitude ainda judia do meu corpo. Mesmo quando eu durmo muito, eu ainda sinto um cansaço estranho no final do dia. Parece aquela fadiga após o almoço, só que bate do nada. E o calor então, está insuportável pra mim! Tenho ido tomar banho minutos antes de ir dormir, só pra dormir com o corpo refrescado.

Estou sem trabalhar ainda, mas graças a Deus consegui todos os meus direitos a tempo. Estou participando de um processo seletivo para a Danone. Recebi a proposta para participar, por meio de um site chamado 99jobs. Tem uns desafios para fazer que achei bem interessantes, pois nunca vi algo do tipo em alguma entrevista, mesmo porque não tive muita experiência com entrevistas, rsrs. Se não me engano fui em 3 entrevistas para meu primeiro emprego, e dessas 3 eu passei em 2, e tive que escolher. Não acho que será difícil achar emprego caso eu não passe para a Danone.
E eu gosto de entrevistas, não sei porque tanta gente teme, ficam lendo como se preparar, sobre possíveis perguntas que receberão, etc. Mas pra mim não tem mistério. A única coisa que acho que todos devem se preparar, é pelo menos ir vestido de forma correta. Porque ambiente porfissional é assim. Mas de resto, sem mistérios. Você só precisa responder perguntas, ou você tem a resposta ou não tem, simples. Se você aprender uma resposta, esse não será você. Não passa de uma conversa com alguém interessado em você.

--------------------------------------------------------------------------

Estou com muitos livros pra ler! Bom demais :D
Acho que tem pelo menos uns 8 livros só esperando o marca texto sair de um e ir para dentro de um deles.
Tenho uma lista enorme de filmes para assistir também kkkkkk Acho bom aproveitar esse tempo que não acho emprego para matar essas pendências.

--------------------------------------------------------------------------

Assim que eu arrumar um emprego, vou começar a ver as opções de fazer pós-graduação ou alguma outra graduação. Dependendo de quanto eu ganhar, acho que vou tentar voltar para a área de engenharia. Eu gostei muito quando cursei 3 semestres.

--------------------------------------------------------------------------

Quanto ao resto da vida, está tudo ótimo…
Acho que em breve trarei boas notícias meu caro blog. Tenho certeza que se você pudesse falar, você diria que é a notícia que você mais esperou nesses 5 anos de vida já.

Se eu não trouxer, sinto muito lhe empolgar. Mas você deve saber que é algo que não depende só de mim.

 

Obrigado

Eu queria, juro que eu queria escrever normalmente hoje… nessa madrugada pra ser mais exato. Mas não tenho foco. Minha perna que não para de balançar freneticamente, e esse calor de madrugada não ajudam em nada também.

Queria estar fazendo nada ao seu lado

fazendo nada

Ahhh, aquela sensação…

Que me deixa sem palavras só de pensar em registrar aqui de alguma forma…
Que me faz flagrar-me olhando fixamente para um ponto qualquer, enquanto minha imaginação me trazia aqueles olhos, aquele sorriso, aquele toque…
Que me faz contar as horas para uma semana passar…
Que faz meu coração chegar a 105 batidas por minuto…
Que me faz descobrir um novo eu…
Que me faz sorrir sozinho…
Que me faz me contorcer, falar bobeira, e criar movimentos estranhos por não saber o que fazer com tanta alegria.
Que me faz acreditar em dias melhores.

Aquela sensação

domingo, 7 de setembro de 2014

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Linha de raciocínio

Todo mundo tem um passado. Talvez um passado que se envergonhe, talvez um passado que se orgulhe. Todo mundo já tomou alguma atitute que se arrepende, pelo menos uma vez na vida.
Certamente, parte desse arrependimento vem de um conceito em que lhe foi ensinado o que é certo e o que é errado. O que muito provavelmente, vem de sua religião. Mas antes de prosseguir a linha de raciocínio, vou contar algo sobre mim.

Eu particularmente, não me considero alguém com religão definida. Eu temo a Deus, e isso é o que importa pra mim. E foi sempre a Ele que recorri em todos os momentos de minha vida. A primeira vez que Ele falou comigo, foi quando eu estava fazendo muitas coisas “erradas” devido à má influências de pessoas que eu passei a andar junto. Muitas coisas estavam dando errado na vida da minha família, e não lembro ao certo o que aconteceu, mas algo me fez sentir-me culpado devido a tudo o que eu fiz. Eu tive uma crise de choro e arrependimento, e fui confessar tudo à minha mãe e pedir desculpas a ela. E desde então, tive um “boom” de amadurecimento, e tudo voltou a melhorar.

Está certo que temos fases na vida, que por mais que reconheçamos o poder de Deus, ainda fazemos coisas erradas. Porém as pessoas só sabem questionar a Deus do “PORQUE ESTÁ PERMITINDO QUE TODA ESSA BAGUNÇA EM MINHA VIDA ACONTEÇA?!” Óóóóh vida cruel, tão difícil essa vida adolecente. Estou errado?
Só sabem pedir para que corrija. Fácil né? Apronta, e pede pra corrigir. São poucas as pessoas que eu tenho conhecimento que pedem perdão pelas atitudes a Deus. É só isso que ele quer ouvir. E não é “perdoe meus pecados amém”. Ele quer ouvir do que especificamente você se arrepende. Traiu, roubou, invejou… Mas não quero tornar esse post algo sobre religião.

Onde quero chegar… Não sei, só comecei a refletir demais, e um pensamento puxa o outro.

Conheço gente que estava feliz da vida, tudo dando certo, maravilha, etc e tal. Então tudo o que foi lhe dado facilmente, é subtamente lhe tirado na mesma facilidade. Um bom exemplo disso, foram dois relacionamentos próximos que eu presenciei.
Um, uma amiga da “pegação” que achou um namorado (um amigo que merecia com certeza algo melhor que ela), ela feliz da vida, e pra ele algo que parecia inacreditável acontecendo com ele. Tempos depois ele descobriu tudo o que ela era, que ela já havia traído o namorado anterior e viiixxi, muita coisa. Resumindo, acabou e ela voltou pras lamentações dela. E o outro casal, onde ambos chegaram ao acordo de contar todos os podres e casos um ao outro, e pronto, tudo certo, sem receios de passado. Meu amigo me falou que foi duro saber algumas coisas, mas foi a melhor coisa que fizeram.

Não quero falar sobre relacionamento também…


A vida vive nos apresentando pessoas. Às vezes, você pode acabar conhecendo em um ponto de ôinibus, um escritor de quarto que ninguém nunca ouviu falar, mas ali naqueles 10 minutos esperando o ônibus, ele tira um de seus humildes rascunhos do bolso, e tem uma simples frase no texto que é exatamente o empurrãozinho que você precisava pra fazer algo.

Nunca despreze as pessoas. Tenho isso pra mim desde sempre eu acho. Fui criado assim. É duro ser bom com todos, pois chega a um momento que não consegue mais dar a mesma atenção que você já deu um dia, e a maioria das pessoas não vão pensar em se colocar no seu lugar pra aceitar a ideia de que você tem outras pessoas na vida. A cada dia que eu conheço mais gente, menos eu falo com outros que eu tinha costume de falar mais. É simplesmente impossível ser presente por igual na vida de todos, e “todos” não compreendem isso. Só saberão te julgar, e dizer que está esquecendo-os. Tenha em consciência isso, e aceite. Graças a Deus eu tenho o dom da calma, se não o fosse, eu teria chutado o balde muitas vezes, e mandado muita gente… bom, você sabe. As pessoas muitas vezes são ingratas. Só sabem cobrar de Deus, e querem tudo pra ontem.
Muita gente gosta de desabafar comigo, confiar em mim para contar certas coisas, quando EU mesmo não confiaria nessas pessoas para fazer o mesmo, porém elas não ligam. Já chegaram a pedir desculpas pra mim. Já me disseram que passo confiança. Que sou calmo. E vi isso acontecer muito principalmente em Calgary, onde eu conheci pessoas que conviveram comigo por um prazo curtíssimo de tempo, e já sentiam segurança em mim. Aprendi a aceitar melhor isso, seja lá o que for… carma? não sei. Nem sei se carma escreve com “k” ou com “c”.

Eu atualmente, estou muito safisfeito com minha vida. Com muitas razões pra continuar sorrindo todos os dias.

Obrigado

tumblr_nag74uHDxE1rpb1vjo1_500

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

tumblr_ml5yoeZRXG1qkhd6uo1_500

Um tipo de felicidade

Que só alguém pode te dar. Você não pode simplesmente a buscar, produzí-la, ou pedi-la. Nem ninguém consegue escolher a quem dar essa felicidade. Na verdade, é ela quem escolhe a quem quer ser dada.
Porém, ela no primeiro instante vem acompanhada de medos. A sobrevivência dela, depende da proximidade de quem a deu. Seu maior medo, é de que quem a deu não tenha a intenção de continuar a cativá-la.

Last Hope

Hoje saiu o clipe oficial de Last Hope!!!

Pra mim não poderia ter data melhor pra ser lançado! Estou muuuuuito feliz com as coisas que têm acontecido comigo.