segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Abaixando a poeira

Eu estive um pouco ocupado, e estava bom. Queria achar um tempo para escrever aqui, mas quando eu achava eu estava exausto, e preferi tirar cochilos.
Dia 24 fez um mês que voltei a trabalhar! E bem... não foi tão fácil se adaptar à nova rotina. Eu nunca precisei acordar tão cedo para trabalhar, e muito menos pegar 3 ônibus para chegar a algum lugar em toda a minha vida.
"Nossa PH! Você é louco! Porque aceita um negócio desse?!"
Olha, tem muitos fatores que me fizeram aceitar essas condições. O principal de todos, é que é uma logística que não trabalha sábado, e que posso me destacar muito mais fácil do que se eu estivesse em uma das unidades de Jundiai (Trabalho em outra cidade).

E bem... Foi corrido, ganhei minha folga no natal, e foram os melhores "dias de natal" que já passei em minha vida!
Foi em Itapeva, como sempre, porém eu estou em uma fase diferente de minha vida. Acredito que esta é a melhor fase que já tive!

Tudo começou mesmo, indo para Itapeva um final de semana antes da semana do natal. Coisa rara. Na verdade, nem estava nos planos por conta dos gastos que cada viagem dá. Mas teve uma festa lá no sábado 20, e é a melhor festa de Itapeva no ano! Ano passado não deu pra ir justamente por causa dos gastos, uma vez que já planejamos ir na véspera. Só que tendo essa festa, eu combinei com meus primos de irmos. E fomos! E quase deu tudo errado. Uma longa história que não estou afim de escrever tudo. Resumindo bem, nós tínhamos ingressos comuns. A minha prima tinha para pista vip e ia desistir. Fechamos de comprar com ela. Vendemos quase todos os ingressos (2 de 3) e ela desistiu de vender e decidiu ir na festa. Saímos desesperados na rua no final do dia atrás de ingresso novamente. E foi isso.

A festa foi demais! Muuuuuuito boa! E descobri que a tequila é a inimiga da minha memória. O que justifica brancos que tive de duas noites em Calgary.

Festa boa, e tudo mais, mas domingo voltei pra Jundiai, para trabalhar dois dias e na quarta já voltar para Itapeva novamente.

O natal foi muito divertido! Sai para um jantar, e depois encontrei com meus primos. Encontramos uns amigos em uma praça, e ficamos lá conversando e bebendo. O número de gente foi crescendo, crescendo e crescendo tanto, que chegou a um ponto que tinha mais de 100 pessoas na praça, todos conhecidos em comum, e assunto pra conversar de madrugada não faltava. Foi muito gostoso. E nos dias seguintes, todas as nossas noites terminaram naquela praça. As mesmas pessoas de sempre, e sempre após o bar do tio fechar.

Só nesse ultimo dia que teve um pessoal não muito legal que ficou no nosso pé o tempo todo. Ah meo, meninada sem papo, vazia, que não sabem conversar... elas me davam sono, mas tanto sono, que eu apelei para coca-cola. Maaaaaas, não foi qualquer coca-cola, foi a KS. A melhor coca que tem. E tomei 4 garrafas! rsrs. Fora que encontrei com mais gente conhecida, e mandei um SOS via mensagem para me tirarem daquela mesa e eu poder sair discretamente. Dali pra frente a noite foi ótima!

E nesse natal fui surpreendido quanto a presentes. O mais interessante, é que ganhei todas as coisas que eu queria comprar, e que estava precisando.
Ganhei meu porta-retrato que eu estava procurando, ganhei um livro que eu estava de olho, ganhei uma luminária que eu precisava, uns carrinhos de madeira decorativos para o meu cantinho, roupa, e até lego! haha

Foram dias cheios de surpresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário